ABIH Nacional repudia convênio entre SEBRAE e Airbnb

[Jornal de Turismo, 02/08/2017]
A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional) se posicionou nessa terça-feira (1), contra o convênio firmado entre o SEBRAE Nacional e uma das principais plataformas digital de reservas de quartos, o Airbnb. De acordo com Dilson Jatahy Fonseca Júnior, presidente nacional da entidade, o convenio ignora completamente a ilegalidade da operação da plataforma no Brasil e firma uma parceria pública com uma empresa que não contribui formalmente com o crescimento do país.
“O objeto do convênio, fomentar pequenos negócios ao entorno dos quartos vendidos pela plataforma, mascara uma ilegalidade. Há uma enorme contradição nessa parceria, já que essas plataformas não são regulamentadas e prejudicam, principalmente, as menores empresas, que já não suportam o impacto da alta carga tributária praticadas no país e agora ainda terão que concorrer com empresas que não têm os mesmos custos. Essa plataforma é localizada fora do país, onde a carga tributária é menor, por isso conseguem praticar preços que são absolutamente fora da realidade brasileira, principalmente, devido aos altos impostos pagos pelas empresas nacionais”, afirmou o presidente da ABIH Nacional.
Segundo ele: “não podemos deixar de ressaltar que nesse momento o que está acontecendo é um abuso de autoridade! Além de não terem sido apresentados pareceres técnicos sobre o projeto, como uma indústria que tem uma carga tributária altíssima pode financiar com seus impostos uma empresa que atenta contra a própria atividade? Sempre realizamos boas parcerias com o SEBRAE Nacional, com o oferecimento de cursos e treinamentos para o setor que muito ajudaram no seu desenvolvimento e aprimoramento, mas é preciso fazer uma crítica ao que está acontecendo e destacar quanto isso irá prejudicar o setor de hotelaria já tão sufocado com altos custos tributários”, afirmou.
Desde a chegada das plataformas de reservas internacionais ao mercado brasileiro, a ABIH Nacional, junto com as demais entidades de classe ligadas a hotelaria, têm alertado as autoridades para as distorções que elas trazem para a indústria de hotéis e a notícia dessa parceria causou um forte impacto no setor. Uma reunião com os lideres da indústria de hotéis do país com Guilherme Afif, presidente do SEBRAE, também já foi protocolado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *