Pesquisa no Rio de Janeiro revela que 55% dos turistas nacionais ficaram hospedados em hotéis

[Por Hôtelier News, 02/03/2017]
A iniciativa entre a Associação dos Embaixadores de Turismo do Rio de Janeiro, Fundação Cesgranrio e o Portal Consultoria em Turismo, resultou numa pesquisa realizada no Rio de Janeiro durante o período do Carnaval. O estudo teve como objetivo obter o perfil do turista brasileiro nos festejos momescos.
Coordenada pelo professor Bayard Boiteux, que dirige o Instituto de Pesquisas e Estudos do Turismo do Rio de Janeiro, 20 pesquisadores entrevistaram 1.500 turistas nacionais que visitavam a capital fluminense entre a sexta-feira (24) até ontem (28).
A pesquisa percorreu dez bairros e tem uma margem de erro de 3,8%.
Seguem os principais resultados:
Gênero: Homens = 63%
Mulherss = 37%
Meios de hospedagem:
Hotéis = 55%
Aluguel de imóveis = 23%
Residência de amigos = 12%
Hospedagem alternativa (Airbnb) = 10%
Meio de transporte para chegar ao Rio:
Rodoviário = 52%
Aéreo = 40%
Marítimo = 8%
Assiduidade da viagem:
Primeira vez = 39%
Entre duas e três vezes = 46%
Mais de quatro vezes = 15%
Procedência:
Minas Gerais = 30%
São Paulo = 24%
Espírito Santo = 15%
Rio Grande do Sul = 10%
Paraná = 9%
Nordeste = 7%
Brasilia = 5%
Grau de satisfação:
Retornaria à cidade = 955
Não retornaria = 5%
Grau de escolaridade:
Nível Superior = 47%
Nível Médio = 35%
Nível fundamental =18%
Pontos positivos:
Blocos = 41%
Informação turística = 34%
Segurança em áreas turísticas = 13%
População anfitriã = 8%
Praias = 6%
Pontos negativos:
Preços altos = 36%
Limpeza da cidade = 22%
Comércio ambulante = 14%
Mendigos = 11%
Taxis = 9%
Transporte publico = 8%
Faixa etária:
18/28 anos = 49%
29/45 anos = 32%
46/65 anos = 14%
Mais de 65 = 5%