Estudar Turismo fora do País? Entenda ações do MTur

[Por  Panrotas, 23/02/2017]
O ministro do Turismo Marx Beltrão, e o encarregado de Negócios da Embaixada do Reino Unido no Brasil, Wasim Mir, assinaram nesta terça-feira (21) um acordo de cooperação. O documento prevê programas de qualificação e formação profissional para estudantes brasileiros participarem de programas acadêmicos e estágios em escolas do Reino Unido.
No próximo ano, é estimado que 120 alunos de cursos de graduação em instituições públicas e privadas passem por treinamento de até três meses no Reino Unido. A iniciativa visa complementar a formação dos estudantes em outro idioma e ainda aperfeiçoar as técnicas de turismo e hospitalidade.
“O Brasil ganha muito com a cooperação internacional na área de turismo e hospitalidade, contribuindo para o aumento da competitividade de nosso país”, afirmou Beltrão. O ministro do Turismo também disse que já conversou com empresários para que quando retornarem, os estudantes sejam contratados pelo setor, a fim de colocar em prática o conteúdo que aprenderam fora do País.
A coordenadora do programa de bolsas da Embaixada, Carolina MacDonald, ressaltou que a troca de experiências dos estudantes com outras culturas é muito importante, e traz diversos benefícios para a atividade acadêmica e experiência profissional dos estudantes.
EXPERIÊNCIAS DE SUCESSO
O MTur já realizou cooperações exitosas com Portugal, em 2013, e com o próprio Reino Unido e a Espanha em 2014. Desde que assumiu a gestão da Pasta, em 2015, o ministro Marx Beltrão se comprometeu a transformar os programas de qualificação em uma política pública perene e, em janeiro deste ano, publicou uma portaria para estabelecer o Programa de Qualificação Internacional em Turismo e Hospitalidade.