MTur: feriados vão movimentar R$ 21 bilhões no Turismo

[Por  Panrotas, 12/01/2017]
As viagens nos fins de semana prolongados por feriados que caem na segunda, terça, quinta ou sexta-feira injetarão R$ 21 bilhões a mais na economia do Brasil neste ano. O dado, apontado por um levantamento do Ministério do Turismo, considerou um acréscimo de 22 dias de folga, quando 10,5 milhões de viagens deverão ser realizadas. A análise não leva em consideração o Carnaval, a Semana Santa, o Natal e o Réveillon, períodos tradicionais de alta movimentação nos aeroportos, rodoviárias e rodovias.
“São números que reforçam a vocação do Turismo para ajudar no desenvolvimento econômico e na geração de emprego do País. Enquanto diversas atividades demonstram preocupação com os fins de semana prolongados em 2017, o setor de viagens se prepara para faturar”, comenta o ministro do Turismo, Marx Beltrão. Em 2015, uma previsão similar foi realizada pelo ministério e, naquele ano, a projeção foi de que os feriados movimentariam R$ 18 bilhões.
O estudo aponta que o feriado que deve gerar o maior impacto é o Dia de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro, quando 1,94 milhão de viagens deve movimentar R$ 3,9 bilhões na economia nacional.
De acordo com o presidente da Abav, Edmar Bull, empresas do segmento já começaram a sentir o impacto dos feriados com o aumento na procura por pacotes. De acordo com a entidade, a demanda por viagens de lazer em 2017 deverá crescer entre 8% e 14%. “Os brasileiros vão poder viajar mais, gastando menos, porque uma das vantagens da ocupação pulverizada ao longo do ano é o maior equilíbrio na equação oferta x demanda, o que impacta diretamente na composição das tarifas aéreas e hoteleiras”, afirma Bull.