Círio de Nazaré reuniu em Belém mais de 2 milhões de devotos e turistas

[Por Mercado e Eventos, 10/10/2016]
Mais de dois milhões de fiéis, devotos e turistas participaram neste domingo (09) da procissão do Círio de Nazaré, em Belém do Pará.  A imagem Peregrina da padroeira dos paraenses chegou ao destino final da romaria do Círio, a Praça Santuário de Nazaré trazendo consigo uma multidão. A procissão seguiu com uma missa celebrada pelo arcebispo Dom Alberto Taveira, em frente à Catedral de Belém.
O Círio de Nazaré é celebrado há 224 e é uma devoção à padroeira dos paraenses, Nossa Senhora de Nazaré. A pequena imagem da santa foi encontrada pelo caboclo Plácido Ramos, às margens de um igarapé, onde atualmente fica a Basílica. O Círio passou a ser realizado pela manhã a partir de 1854, devido às fortes chuvas que ocorriam à tarde. Desde 1882, o bispo Dom Macedo Costa, de comum acordo com o Presidente da Província, Dr. Justino Ferreira Carneiro, resolveu que o ponto de partida seria a Catedral de Belém, o que acontece até os dias atuais.
Da Catedral à Basílica foram percorridos 3,6 km. O trajeto é marcado por muitas homenagens de instituições e devotos da Virgem de Nazaré, que encheram de emoção a grande romaria. A corda atrelada à berlinda de Nossa Senhora de Nazaré é um dos ícones do Círio e mede 400 metros. Segundo estimativas do Dieese/PA e da Diretoria da Festa de Nazaré, no total, mais de 8 mil pessoas levaram o símbolo de fé durante a procissão.
Muitos pagam promessas na corda, outros pediram pela intercessão da Virgem de Nazaré em uma causa considerada difícil ou impossível, como a cura de uma doença, a conquista de um emprego ou a compra da casa própria. E todos querem levar para casa a recordação deste dia de religiosiade.
A organização da festa faz uma campanha para que a corda não seja cortada antecipadamente, mas este ano parte da corda foi cortada às 9h13, na avenida Nazaré. As procissões do Círio de Nazaré são 12 no total e iniciaram-se na última sexta-feira (7), com o Traslado para Ananindeua. A Imagem Peregrina passou a noite de sexta-feira na Igreja Matriz de Ananindeua e saiu logo cedo no sábado (8) para a Romaria Rodoviária, passando pela avenida Augusto Montenegro em direção ao Trapiche de Icoaraci.
Do distrito de Icoaraci aconteceu o Círio Fluvial, em que a Imagem Peregrina, levada no navio da Marinha, seguiu pelas águas até a Escadinha da Estação das Docas. Ao deixar do barco, teve início a Moto Romaria, uma homenagem de motociclistas, que acompanharam a santa até o Colégio Gentil Bittencourt, de onde saiu a Trasladação, procissão noturna que fez o trajeto inverso do Círio.A programação do Círio de Nazaré segue pelas próximas semanas com a realização de outras importantes procissões e eventos relacionados ao tema.