WTM Latin America 2016 gerou mais de US$ 370 milhões em negócios em 2016

[Por  Diário do Turismo, 20/09/2016]
Números bastante impactantes. É o que apresentou ao trade a World Travel Market Latin America. A feira – junto ao Encontro Comercial Braztoa – gerou mais de US$ 370 milhões em novos negócios em 2016, com um aumento de 2,3% em relação ao ano passado e de 8,8% em comparação com a edição de 2014. O evento recebeu esse ano 6.540 profissionais do setor do turismo, consolidando um acréscimo de 6,5% em relação a 2015
As expectativas para 2017 são positivas, com aumento no número de expositores, membros do WTM Buyers’ Club e agentes de viagens. “Uma série de parcerias está em estudo para viabilizar e contribuir com a vinda de agentes de todo o Brasil. Com certeza teremos recorde de participantes”, comenta Lawrence Reinisch, diretor da WTM Latin America.
Com a proposta de aumentar a participação das operadoras de turismo como expositores, a Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) continuará investindo nas Caravanas Aéreas e Rodoviárias. “Os resultados dos times, o grande foco nos negócios e a diversidade e riqueza do evento contribuem para o desenvolvimento da indústria do turismo e dos profissionais que participam da feira e do encontro”, observa Magda Nassar, presidente da Braztoa.
Depoimentos
“A WTM Latin America gera respostas comerciais efetivas. É um evento importante em nível mundial, com uma oportunidade única para estreitar o relacionamento com o mercado. Ficamos por dentro das novidades e entendemos melhor as necessidades dos nossos clientes, além de expormos nossos produtos. As vendas do grupo no Brasil aumentaram 22,3% em comparação com o mesmo período do ano passado”, diz Orlando Giglio, diretor Comercial e de Marketing do Grupo para o Brasil.
“Mesmo não tendo a informação exata dos valores de negócios gerados, os comentários durante e após a feira foram muito positivos, no sentido de encaminhamento e até fechamento de novos negócios”, pontua o diretor executivo da entidade, João Bueno, diretor executivo da Associação Brasileira de Resorts (ABR).