MTur: programa de turismo acessível já tem 530 mil cadastros e 456 mil acessos

[Por Mercado e Eventos, 08/09/2016]
Com o objetivo de orientar turistas com qualquer tipo de deficiência física o MTur divulgou nesta quinta-feira (08) resultados de dois ano de implantação do Programa Turismo Acessível.  Segundo  ministro interino do Turismo, Alberto Alves, foram até o momento mais de 456 mil acessos, 1,9 milhão de pessoas cadastradas e um banco de dados  com 530 mil estabelecimentos
O site colaborativo permite aos internautas a avaliação da acessibilidade de hotéis, restaurantes e atrações Por tratar-se de um guia que depende da contribuição dos próprios turistas, quanto maior o número de avaliações, mais completo será. Para atender o maior número se turistas, o guia apresenta ainda versões em inglês e espanhol.
“A acessibilidade vem sendo tratada como um tema importante para o segmento turístico e o ministério vem realizando suas ações em três frentes de trabalho: acessibilidade nos atrativos e estabelecimentos turísticos; informação para os viajantes com deficiência e melhoria na infraestrutura dos destinos. Ainda temos um longo caminho a trilhar, mas estamos andando na direção correta”, afirmou.
Já o presidente da Embratur, Vinícius Lummertz lembrou que é importante adequar as políticas públicas as necessidades dos turistas especiais. “Existe um enorme contingente de turistas com qualquer tipo de deficiência e precisamos cada vez mais nos adequar. Lembro que grandes cadeias hoteleiras como a Accor já têm adotado medidas efetivas, mas é preciso que haja por porte do poder público e do empresariado consciência de que isso não é custo mas retorno garantido”, adiantou.
O secretário de Turismo, Nilo Sérgio Felix destacou que em muitas cidades já existe um processo de conscientização e que a Paralimpíada no Rio vai ajudar neste processo.