Gestão de Mice é diferente de organizar eventos, dizem especialistas

[Por  Panrotas, 15/09/2016]
Em palestra durante o Abroad Mice da Academia de Viagens Corporativas, que acontece em Campinas (SP) nesta quinta-feira (15), a sócia-diretora da academia, Viviânne Martins, e o professor José Marques alertaram para a relevância de uma gestão estratégica em Mice.
“Fazer gestão estratégica de Mice é bem diferente de organizar eventos. Estratégia é profunda, com começo, meio e fim. Mais que juntar fornecedores e fazer eventos. É uma área que agora está mudando, ficando cada vez mais profissional, com um planejamento correto voltado ao participante”, ressaltou Viviânne.
Segundo a especialista, o marketing das empresas dispostas a sediar eventos “ficou muito tempo fazendo evento para quem dá o evento, o dono da verba”, mas o ambiente de co-criação tem cada vez mais direcionado os esforços ao participante.
“A gente só vai atingir todos os outros se o participante ficar feliz. E para chegar nisso tem que trabalhar uma estratégia de conseguir que todos os custos batam com as novas tecnologias, aplicativos, a tendência do bleisure e a vontade do participante de ser ativo – “e não passivo”, como ressalta o professor.
“O participante quer se divertir. Ele quer levantar, circular, interagir.”
Viviânne explica que uma gestão estratégica positiva em Mice envolve uma gestão harmoniosa nas categorias aéreo, hotelaria, logística e conteúdo. “Conteúdo é quem vai e como vai falar. Pode ser qualquer um?”
Conforme os especialistas, o ITM (Integrated Travel Management), fator que estima a integração de uma compra, tende a ser maior quando a gestão estratégia inclui as categorias. “É fazer a gestão de categoria junto com os parceiros. Em geral, a pessoa de compras é a iniciadora do processo. E por que isso é cada vez mais importante? Porque o ITM sugere eficiência, com economia de tempo e dinheiro, além do aumento do volume da compra.”
Depois de passar por Rio de Janeiro, Recife e Campinas, o Abroad Mice terá sua última edição do ano em São Paulo, em 11 de novembro.