WTM London visa gerar 2,5 bilhões de libras em negócios

[Por  Panrotas, 03/11/2015]
A 36ª edição do World Travel Market London, um dos principais eventos mundiais para a indústria de viagens, teve início nesta segunda-feira (2) e seguirá até quinta (5), em Londres, Inglaterra. Cerca de 51,5 mil profissionais da indústria turística, membros governamentais e imprensa internacional participam do encontro, que teve o primeiro dia marcado pela movimentação de negócios e networking.
“Foi um começo fantástico. Tivemos 211 compradores se relacionando com uma série de expositores na sessão de networking antes do evento abrir. Nós esperamos que haverá 1,1 milhão de reuniões durante a semana, que irão gerar 2,5 bilhões de libras em contratos da indústria de viagens”, prevê o diretor sênior da World Travel Market Londre, Simon Press.
A abertura também contou com a presença de executivos sêniors e representantes do Turismo de destinos principais, como Grécia, Egito e México. O objetivo foi compartilhar números de crescimento de visitantes e planos de expansão para 2016.
NETWORKING
A sessão “speed networking”, chamou a atenção de muitos compradores e vendedores interessados em estabelecer contatos úteis durante o evento. “Fiz três bons contatos no ano passado e agora fechei mais de 200 mil libras em negócios apenas através de fazer a sessão de networking”, acrescentou o diretor da Elemental UK, Dany Duncan, .
FÓRUM WTM
O Fórum WTM reuniu especialistas para discutir as conclusões do Relatório da Indústria World Travel Market 2015. Os participantes destacaram a desaceleração econômica da China, que pode afetar negativamente o comércio turístico do país.
O chefe executivo da Ukinbound´s, Deirdre Wells, espera que a Copa do Mundo de Rugby e a comemoração dos 400 anos de morte de Shakespeare impulsionem os números de entrada de visitantes no ano que vem. “Cerca de 250 milhões de novas pessoas são esperadas para integrar a classe média da China nos próximos anos. Não estamos nem perto de atingir o nosso máximo”, completou.
GRÉCIA
A capacidade de resistência da Grécia foi ainda debatida no evento Organização Nacional de Turismo Grego. A indústria de turismo do país espera que 2015 seja outro ano recorde para as chegadas e as receitas, apesar dos problemas econômicos e com refugiados.
O ministro Suplente da Grécia para o Turismo, Elena Kountoura, disse que o país espera atingir 26 milhões de turistas e 14,5 bilhões de euros em receitas, batendo a marca do ano passado. Entretanto, operadores, como Sunvil e Tui, observaram um pequeno impacto nas reservas devido a preocupações com a situação econômica, mas asseguraram que não houve nenhum grande montante de cancelamentos.
EGITO
O destaque do destino foi o anúncio aos participantes da WTM da descoberta de um novo túmulo fora da câmara mortuária de Tutankhamon, no Vale Egípcio dos Reis. Acredita-se que a tumba possa ser a da famosa rainha Nefertiti. Caso comprovado, este seria um impulso à recuperação da indústria turística do país.
O destino também lançou uma nova campanha mundial de marketing. “Quando você acordar na segunda-feira, verá nos táxis, ônibus e placas carregando a mensagem ‘This Is Egito’”.
Atualmente, dez milhões de turistas visitam por ano o Egito, gerando dez bilhões de dólares. Em 2020, o país planeja dobrar o número de turistas e triplicar o montante dos rendimentos gerados.
MÉXICO
O México, parceiro oficial da WTM, celebrou uma série de eventos culturais que marcaram a relação do país com o Reino Unido. O diretor-geral do Conselho de Promoção Turística do México, Rodolfo López Negrete Coppel, disse que a parceria com a WTM de Londres foi uma parte fundamental de sua estratégia para promover a cultura, a ciência, as artes e turismo.