Lições de vida e histórias inspiradoras marcaram o 6º Fórum de Empreendedores do LIDE

[Por Mice Business, 18/11/2015]

Com a presença do prefeito de Campos do Jordão, Fred Guidoni, e mais 200 empresários e CEOs, o LIDE – Grupo e Líderes Empresariais, o LIDE EMPREENDEDOR e o LIDE FUTURO, promoveram o 6º FÓRUM DE EMPREENDEDORES, no Grande Hotel Senac, em Campos do Jordão (SP), entre os dias 13 e 15 de novembro.

Com tema central “Iniciativas Empreendedoras e o Impacto no Crescimento do Brasil”, tema central do evento, o ciclo de palestras abriu com o painel ‘Iniciativas Empreendedoras e o Impacto no Desenvolvimento Econômico e Social’. Geraldo Rufino, CEO da JR DIESEL, empresa pioneira e a maior de reciclagem de caminhões do Brasil, falou sobre o orgulho de ser brasileiro e a importância de olhar o próximo. “Estão se esquecendo das pessoas. É preciso pensar de forma horizontal. Dar oportunidade para elas”, disse.
Esse mesmo ideal também é compartilhado por Monica Burgos, sócia-fundadora da Avatim. “Precisamos olhar os nossos funcionários e valorizá-los”. Ela falou sobre a paixão que a move. “Faço tudo com amor. Preciso disso para viver. A empresária, aos 30 anos, decidiu que queria algo mais. “Mudei. Larguei a profissão e o marido, peguei os 3 filhos e fui estudar moda. Descobri estudando moda, no Rio de Janeiro, novos horizontes. Fui para Bahia, para ficar perto da família, fundamental ter o apoio dela. Juntei-me ao meu sócio e surgiu a Avatim. A Avatim nasceu de uma oportunidade e de uma necessidade”, reforça. Atualmente, a empresa tem 13 anos de mercado, conta com 67 lojas pelo Brasil e o slogan: “Inspirar a alegria do bem viver, da plenitude e da paz interior. Essa é a nossa marca”.
Rodrigo Kede, presidente da TOTVS, também falou sobre paixão. “Depois de anos morando em Nova York, voltei para o Brasil porque queria empreender no Brasil, dar a minha contribuição para o meu país”, disse. Ele ressaltou que a tecnologia pode e vai mudar o mundo. “A tecnologia tem que crescer e vai crescer nos próximos anos nas pequenas e médias empresas. 99% das empresas no Brasil tem menos de 10 funcionários”. E finaliza com uma frase de Walt Disney: “Eu gosto do impossível porque lá a concorrência é menor”. A TOTVS, empresa brasileira de software, fatura mais de R$ 2 bilhões de receita líquida e é a primeira marca mais valiosa do mercado B2B.
“A busca por desafios e benefícios e ter como combustível a fome do novo é uma das premissas para ser um bom empreendedor”, acredita Daniel Mendez, fundador e presidente da SAPORE. O presidente de uma das maiores redes de restaurantes corporativos da América Latina, com mais de um milhão de refeições servidas por dia, falou sobre a busca constante pela satisfação, pelo ‘UAU’ das pessoas. “O sonho é fazer diferente sempre”, comenta.
Na palestra ‘Como empreender na adversidade e superar crises’, Paula Bellizia, presidente da Microsoft Brasil, ressaltou que a Microsft nasceu do empreendedorismo. “Acreditamos na educação e no empreendedorismo. A Microsoft tem diversos programas nesse sentido. Nascida na África, com família refugiada no Brasil, ela aprendeu o conselho do pai desde cedo: “É preciso saber sobreviver em qualquer lugar”. “Gosto muito da palavra impacto, de causar impacto. Uma das minhas principais causas na Microsoft é vender o Brasil. A crise é um momento para crescer. Existe um grande interesse dos brasileiros em empreender. Hoje 60% dos empreendedores decidiram seguir esse caminho por vontade. As empresas morrem por falta de preparado e formação do gestor. É preciso ter capacidade de acesso ao financiamento, capacitação e acesso à tecnologia”, afirma Paula.
Ricardo Roldão, CEO do Atacadista Roldão, contou sua história. “Comecei com meu pai feirante vendendo limão, com 10 anos de idade. Me tornei o melhor vendedor de limão”, ressalta. Depois começou a vender linguiça com o pai, fazia cursinho e tinha o sonho de ser piloto. Sonho esse que logo acabou quando descobriu o quanto um piloto ganhava por mês. Era o mesmo que ele ganhava vendendo linguiça em alguns dias. “É preciso ter força, garra e um sonho para prosseguir no empreendedorismo. A felicidade não está na chegada e sim no caminho. É necessário olhar o copo cheio. A crise é um momento de oportunidade”.
Na palestra ‘O que faz a diferença para o sucesso ou fracasso na atividade empreendedora’, Gustavo Caetano, fundador e CEO da SAMBA GROUP, falou que estamos vivendo um momento único. “As pequenas empresas, startups, de crescimento rápido estão surgindo em momentos inesperados e cada vez mais depressa e estão incomodando as grandes empresas”, conta. E ressaltou que os empreendedores precisam ter foco no coração, cultura, DNA, dentro de suas empresas e nunca podem esquecer de onde vieram”.
Caito Maia, fundador e CEO da CHILLI BEANS falou sobre a trajetória da empresa e planos. Para gerar envolvimento entre os jovens, a Chilli Beans faz uma vez por ano o Chilli Beans Fashion Cruise, espetáculo mundial de lançamento da nova coleção, música e entretenimento. “Eu não vendo óculos. Todo o produto que eu vendo tem uma história por trás. Só para saberem, este ano estou batendo recorde na abertura de lojas”.
Com faturamento de R$ 3,5 bilhões em 2015, o grupo Zema tem 90 anos de história e atua nos segmentos de distribuição de combustíveis, varejo de móveis, eletroeletrônicos e vestuários, concessionárias de veículos, entre outros. “Meu pai ficou órfão aos 14 anos e com 21 anos pegou a empresa falida. Ele foi o meu maior professor. Me ensinou que a gente não ganha com a venda, ganha o cliente”, diz Romeu Zema. Há uma década, o grupo Zema está entre as melhores empresas para trabalhar no Brasil.
Abandonado pelo pai e com padrasto alcoólatra e violento, Alessandro Bonfim achou no vídeo game sua ‘fuga’ na infância. Aos 16 anos saiu de casa e trabalhou com um pouco de tudo até conseguir um trabalho numa escola de informática e revolucioná-la. Daí surgiu a escola SAGA Games e Axis – transforma vidas. Atualmente Bomfim, CEO da SAGA Games possui uma rede de oito escolas que ensina games e artes digitais. É também cofundador e CEO da AXIS, única escola internacional de efeitos visuais parceira da Gnomon – EUA.
Com 32 mil pontos de venda em 17 estados e expectativa de faturamento, em 2015, de R$ 300 milhões, o presidente da Creme Mel Sorvetes, Antônio Santos, era motorista de ônibus interestadual em 1987. Como viajava a noite tinha muito tempo para sonhar e ficava pensando em como deixar de ser motorista. “Quero parar de viajar e ficar mais perto da minha família. Pensei: vou fazer picolé e sorvete. Pedi demissão e com o dinheiro comprei freezer e carrinho de picolé. Fiz um curso para aprender a fazer sorvete e comecei na garagem da minha casa. Aos poucos fui crescendo e começando a visitar todo ano feiras na Europa. Montei uma fábrica e continuei crescendo.
O segredo: “Eu gosto de gente, gosto de cumprimentar os funcionários, respeitá-los, entrar em contato direto com os problemas na fábrica”, conta. Tallis Gomes, fundador do Easy Taxi, criou a empresa para que as pessoas deixassem os carros em casa e assim o trânsito melhorasse. “Quero frisar aqui a importância da inovação nas empresas. São três pilares para o sucesso: ache as pessoas certas antes de definir para onde ir; organizações verticais estão fadadas ao fracasso e crie uma cultura forte com base no propósito da empresa. É fundamental acompanhar o mercado e criar uma cultura de inovação”, disse Gomes.
Durante o 6º Fórum de Empreendedores, o empresário Rodrigo Mendes, diretor do Instituto Rodrigo Mendes, recebeu uma belíssima homenagem emocionando a todos os presentes. “Após uma ruptura em nossa vida, é importante mantermos a vontade de seguir, resiliência, mesmo que de maneira diferente”. Mendes ficou tetraplégico aos 18 anos após um assalto.
O 6º Fórum de Empreendedores é promovido pelo LIDE – Grupo de Líderes Empresariais, presidido por João Doria, LIDE EMPREENDEDOR, comandado por Edson Bueno; que também está à frente do conselho da Amilpar; e LIDE FUTURO, liderado por Patrícia Meirelles. E conta com grandes marcas como cotistas. O patrocínio da AMIL, apoio da 3M, SAPORE. Participação especial da BRASKEM, CITI, KPMG, FIESP, MICROSOFT e SESI. Colaboração da ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE SÃO PAULO, ATHIÉ WOHNRATH, NESTLÉ, VITACON, REDE RECORD e SABESP. CHUBB SEGUROS, ECCAPLAN, FORMAG´S, GELATO BOUTIQUE, RODOBENS, TALENT, UPS, VGCOM e VIFRAN são fornecedores oficiais. Os jornais DCI e PROP&MARK, as rádios BandNews, Bandeirantes e Jovem Pan, GRUPO COMPANHIA, PR NEWSWIRE, revista e TV LIDE são mídia partners.
Prêmio LIDE contempla empreendedores de destaque no Brasil

Os maiores empreendedores e empresas do Brasil, que investiram e obtiveram êxitos no último ano, receberam o Prêmio LIDE de Empreendedorismo 2015, em dez categorias, durante o 6º Fórum de Empreendedores. A cerimônia de entrega aconteceu no último sábado, 14 de novembro, em Campos do Jordão. Confira a lista de empresas premiadas:

Empreendedor da década:
Raul Randon, Grupo Randon 
 
Empreendedor do Ano
Romeu Zema, presidente do Grupo Zema, e Edson Bueno, presidente da Amil 
 
Jovem Empreendedor do Ano
Thomaz Srougi, fundador da DR. CONSULTA, Tallis Gomes, fundador do Easy Taxi e Gustavo Caetano, fundador e CEO da Sambatech 
 
Empresa Empreendedora do Ano
Avatim, Óticas Diniz e Piracanjuba 
 
Empresa Empreendedora na Indústria:
3Corações, Creme Mel, Ceratti 
 
Empresa Empreendedora no Comércio:
Apetit Serviços de Alimentação, Atacadista Roldão, CNOVA
 
Empresa Empreendedora em Serviços:
Casa do Pão de Queijo, Qualicorp, Sedi 
 
Empresa Empreendedora em Sustentabilidade:
Duratex, JR Diesel, Ypê
 
Empresa Empreendedora em Marketing:
OLX, Petz E Philadelphia
 
Empresa Empreendedora em Tecnologia:
99 Táxis, Mude e Totvs.