Curitiba investe em atrativos para segmento MICE

[Por Mercado e Eventos, 17/11/2015]
Sendo a quarta cidade que mais recebe turistas do segmento MICE (Meetings, Incentive, Congress and Events), segundo a Embratur, Curitiba está investindo para agradar o público que busca negócios. Com mais de 250 eventos por ano, Curitiba, Região e Litoral Convention Bureau (CCVB) está promovendo o projeto “Curitiba MICE”, que tem como objetivo desenvolver atividades de aprimoramento como visitas técnicas nos principais centros de convenções, hotéis e pontos turísticos da cidade no intuito de demonstrar o potencial de Curitiba para sediar eventos de diferentes portes e perfis.
Para entender melhor o projeto, o Mercado & Eventos conversou com a diretora do CCVB, Tatiana Turra, que nos explicou mais sobre ampliação na estrutura de recepção e de alguns centros de eventos. “Haverá a reformulação tecnológica do CCVB, inauguração do primeiro hotel butique da cidade, o Nomaa e a futura extensão do Castelo do Bartel”, afirmou.
Outra forma de investimento foi a criação da cartilha “Como receber cliente de eventos em seus empreendimentos”, que será lançada no fim do mês para instruir os donos dos estabelecimentos que recebem os turistas. “Além da cartilha, estamos fazendo capacitações sobre o tema, como a “Novo Olhar Sobre Curitiba” que ocorreu nesta semana”, contou Tatiana.
A diretora do CCVB também citou a crise como um fato que influencia o número de eventos em 2015. “Com o atual impasse econômico, acredito que este ano fechará com uma queda de 10% no número de eventos. Contudo, não houve uma queda geral, o que provavelmente implica que manteremos os números de 2014”, disse.
Entre os segmentos que o CCVB mais trabalha está primeiramente congressos, em seguida corporativo e esportivo. Dentro do setor de congressos, estão os eventos técnicos e científicos com 75%, e dentro destes os mais significativos são indústria e serviço (26%) e educacional (10%).