Turismo de negócios cresce e, durante primeiro semestre, movimenta R$ 6,9 bi no País

[Por Hôtelier News, 22/10/2015]
O segmento corporativo, dentro do mercado turístico, tem apresentado bons indicativos no cenário de viagens de 2015. Em levantamento reverberado pelo MTur (Ministério do Turismo), a Abracorp (Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas) mostrou que, durante a primeira metade deste ano, as atividades ligadas a este segmento cresceram 7,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Os gastos desses viajantes em passagens aéreas, diárias de hotel, locação de veículos, meios de pagamento e serviços movimentaram R$ 6,95 bilhões este ano no País.
Tais índices endossam alguns estudos realizados pelo próprio MTur e que já mostravam o segmento como o segundo maior fator de atração de visitantes estrangeiros para destinos brasileiros. Estima-se que cerca de 25,3% dos turistas que procuram o País o fazem motivados por negócios. Turistas corporativos gastam quase o dobro (US$ 102,18) daqueles que viajam a lazer (US$ 68,55), segundo o ministério.
Em dez anos, o número de eventos internacionais no Brasil cresceu 400%, passando de 62 para 315 anuais. Na última década, o número de cidades que sediam eventos internacionais saltou de 22 para 54, o que representa uma alta de 154%. O número de convenções coloca a nação como um dos dez maiores organizadores de encontros internacionais do mundo, de acordo com a ICCA (Associação Internacional de Congressos e Convenções).
De acordo com a pasta federal que cuida do segmento turístico, a visibilidade que o País ganhou por sediar grandes eventos esportivos é ponto chave para o saldo positivo.