ABAV Expo se destaca como momento oportuno para novas bases de negociação no segmento

A Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV) está realizando até sábado (26/09) a 43ª ABAV Expo Internacional de Turismo, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. Consagrado como a maior e melhor feira de turismo do Hemisfério Sul, o evento reuniu mais de 40 mil visitantes em 2014 e a organização pretende repetir o feito este ano.

Tradicionalmente conhecida como palco de novidades do setor, a ABAV Expo 2015 promete trazer um número ainda maior de promoções, uma vez que o segmento tem passado por dificuldades. Segundo o presidente da ABAV Nacional, Antonio Azevedo, a feira não poderia ocorrer em um período mais oportuno para que vendedores e compradores estabeleçam novas bases de negociação. “Nossa expectativa é que a ABAV Expo 2015 seja um marco para a retomada do crescimento em 2016”, destaca.
A presidente da Associação Brasileira de Empresas de Eventos – ABEOC Brasil, Ana Cláudia Bitencourt, ministra uma palestra durante a 43ª ABAV, no dia 25 de setembro, às 15h30, na Sala 2 – Conhecimento. Com o tema “Eventos: Tendências, nichos e inovação”, Ana Cláudia afirma que o momento é importante para destacar as práticas mais bem-sucedidas na captação de eventos no país. A ABEOC também está aproveitando a atratividade da ABAV Expo para realizar uma Assembleia Geral paralelamente à Feira, entre os dias 24 e 26 de setembro, no Hotel IBIS São Paulo Expo. Todos os associados são convidados a participar.

Conteúdo para impulsionar negócios

A novidade desta edição está no conteúdo diversificado que será apresentado na Âncora da Vila do Saber, espaço dedicado à capacitação dos profissionais que visitam o evento. Durante os três dias de feira, especialistas dos mais variados segmentos se revezarão em mais de 40 palestras, painéis e plenárias sobre temas que estão em voga no momento. A grade de palestras foi concebida no intuito de despertar o participante para assuntos que vislumbrem alternativas para impulsionar os negócios. “Nosso objetivo é oferecer conhecimento e requalificação que agreguem opções práticas e, principalmente, viáveis”, ressalta Antonio.
Dentre os temas definidos estão e-commerce, ambiente mobile; identificação de novos nichos; leitura e percepção das novas tendências; o importante papel do agente de viagens enquanto consultor especializado e outras questões essenciais relacionadas à gestão de negócios diante de um cenário que demanda inovação. Todo o conteúdo tanto da Vila do Saber quanto do Congresso ABAV é de responsabilidade do Instituto de Capacitação e Certificação da ABAV Nacional (ICCABAV), com curadoria do diretor de marketing e vendas do resort baiano Costa do Sauípe, Gustavo Syllos.

Representatividade no setor

Com a expectativa de gerar negócios na ordem de R$ 400 milhões, a representatividade da feira para o setor de turismo é reconhecida pelo governo federal. O evento conta com o apoio do Ministério do Turismo e, neste ano, terá a participação personalidades como o ministro do Turismo, Henrique Alves, e o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha. O presidente da ABAV observa que o evento será o primeiro a contar com a participação dos secretários de turismo empossados em 2015. “O atual ministro do Turismo se mostrou bastante empolgado com o projeto desenhado para este ano que contará com a participação dos 26 estados brasileiros e também do Distrito Federal.
Além disso, a edição 2015 está despertando a atenção de outros ministérios, o que é um fato inédito entre as feiras do mesmo gênero”, enfatiza. Grandes companhias aéreas internacionais têm stand confirmado na 43ª ABAV Expo, como é o caso da Singapore Airlines. O interesse e participação de empresas estrangeiras têm aumentado significativamente no decorrer das edições. De acordo com Antonio, a visibilidade e o tamanho dos espaços adquiridos pelas companhias estrangeiras se mantêm dentro do padrão dos anos anteriores. “Na ABAV Expo, entre os estrangeiros, a aposta é maior porque, mesmo com a crise, o brasileiro continua viajando, embora faça ajustes no orçamento da viagem. Este ainda é um mercado bastante atraente para destinos internacionais e as companhias aéreas têm papel preponderante na composição de um pacote de viagem”, evidencia.