Salão da Rota 101 promove destinos do Nordeste

[Por Ministério do Turismo, 06/08/2015]
Olinda (PE) recebe nesta quinta-feira (6) o 2º Salão de Turismo Rota 101 Nordeste. O evento tem por objetivo fomentar o turismo em um percurso de 600 Km na rodovia BR-101 que une os estados de Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco – e passa por destinos conhecidos nacionalmente como Porto de Galinhas (PE) e Pipa (RN), além das capitais Natal, João Pessoa, Recife e Maceió.
Expositores comerciais e institucionais estarão reunidos para estimular projetos de capacitação profissional, gerar novos negócios e debater políticas públicas e privadas que beneficiem o setor na região. De acordo com um boletim mensal do Ministério do Turismo, a região Nordeste é historicamente a mais desejada pelo turista brasileiro, com quase metade da preferência do público viajante (43,5%), sendo que as capitais Recife e Natal estão entre as sete mais visitadas do país
O secretário-executivo do Ministério do Turismo (MTur), Alberto Alves, participa da abertura do evento, às 17 horas. “A iniciativa favorece a consolidação de um roteiro integrado na região mais desejada pelo brasileiro”, disse Alves. Já o coordenador-geral de Estruturação de Destinos, Cristiano Borges, aborda o tema da estruturação de destinos turísticos em palestra nesta quinta-feira (6), às 17h30. Durante todo o evento, um estande promocional do Ministério vai divulgar o país na Rota 101 e distribuir exemplares da revista Partiu Brasil, que trata da comercialização de destinos turísticos nacionais.
Estão previstas apresentações de artesanato e de danças típicas, como o côco de roda, ritmo nordestino com influência africana e indígena; além de ciranda e grupos de maracatu. Um espaço reservado à gastronomia oferece experiências com carne de sol, feijão verde e macaxeira, risoto de camarão, arroz de frutos do mar e cordeiro à moda pernambucana. O evento é gratuito e acontece no Centro de Convenções Pernambuco entre os dias 6 e 8 de agosto. São aguardadas cerca de 10 mil pessoas, entre elas, profissionais do setor de turismo e público consumidor de viagens, além de 800 operadores e agentes de viagem.
Investimento e turismo
O Ministério do Turismo destinou R$ 924 milhões para obras de infraestrutura nos quatro estados envolvidos na Rota 101. Segundo dados oficiais das secretarias estaduais, os quatro estados recebem 12 milhões de turistas por ano.