Ouro Preto recebe aporte de R$ 10 milhões para fomentar o turismo de negócios

[Por Diário do Comércio, 01/08/2015]
Ouro Preto, na região Central do Estado, investe com o objetivo de fomentar o turismo de negócios. No próximo ano, a cidade vai ganhar o terceiro centro de convenções, que conta com investimento total de R$ 10 milhões. A maior parte do montante, 80%, será financiada com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o restante pela prefeitura da cidade. A expectativa é de que ele seja inaugurado no segundo semestre de 2016.
As informações são do secretário de Turismo de Ouro Preto, Felipe Vecchia. O centro de convenções terá capacidade para 300 pessoas, e será construído em frente à rodoviária da cidade e a aproximadamente três minutos de distância da Praça Tiradentes, um dos principais pontos turísticos do município. Além do centro de convenções, haverá espaço para exposição de artesanato, restaurante e um anfiteatro.
“O turismo de lazer é sazonal e, quando não há férias ou feriado, o que realmente movimenta a cidade é o turismo de negócios”, destaca o secretário. O município, atualmente, conta com outros dois centros de convenções: o Centro de Convenções da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e o Centro de Convenções do Sesc Estalagem Ouro Preto.
Vecchia acrescenta que a Secretaria pretende desenvolver ações para estimular também o ecoturismo. “Uma pesquisa do Ministério do Turismo mostrou que o ecoturismo é a segunda maior motivação de viagem no País, atrás somente de praia e sol, e acreditamos que temos condições de ser um dos principais destinos de ecoturismo de Minas Gerais”, avalia o secretário.
Hotel
Em 2017, um novo hotel de uma grande rede hoteleira será inaugurado na cidade, segundo o secretário de Turismo. O empreendimento vai ampliar a capacidade de hospedagem de Ouro Preto em 3 mil leitos. O nome da empresa e o valor do investimento ainda são mantidos em sigilo para não afetar as negociações. “Estamos no processo de cessão dos terrenos e esperamos essa consolidação para revelar qual será a bandeira do hotel”, explica Vecchia.
Hoje, a cidade tem 7 mil leitos e recebe, em média, 30 mil turistas por mês. Conforme o secretário, as taxas de ocupação registradas nos hotéis e pousadas em 2015 são as mais elevadas dos últimos 10 anos. Para ele, a maior procura é motivada pela alta do dólar, o que incentiva o turista brasileiro a dar preferência para os destinos domésticos.
Festival de turismo
A cidade recebe, entre os dias 15 e 17 de outubro, o primeiro Festival de Turismo de Ouro Preto. O evento acontece no Centro de Convenções da Ufop e é realizado pela Associação Brasileira de Agências de Viagens de Minas Gerais (Abav-MG), em parceria com a Fire Eventos. Além disso, tem o apoio da Prefeitura de Ouro Preto, Governo do Estado de Minas Gerais, Sistema Fecomércio, Sesc e Senac.
O festival é exclusivamente voltado ao trade turístico e a programação contempla uma feira com 70 expositores, entre eles operadores de turismo, hotéis, resorts e companhias aéreas, responsáveis por promover opções de roteiros e circuitos para turistas nacionais e internacionais. Além disso, haverá também seminários, congressos e workshops.
Durante o lançamento do evento, o secretário de Turismo ressaltou que, embora a cidade seja considerada patrimônio da humanidade, 85% da receita dela ainda são provenientes do minério. “Com a crise do minério, sofremos com a queda da arrecadação. Por isso, precisamos trabalhar o turismo para que ele consiga promover desenvolvimento social e econômico”, afirmou ele.
O festival conta com um investimento de R$ 1,4 milhão, mas ainda não é possível estimar a expectativa de negócios que ele poderá gerar. Segundo o diretor da Fire Eventos, Alexandre Araújo, aproximadamente 2 mil pessoas devem visitar o festival por dia, o que certamente vai trazer benefícios para todo o Estado. “Para Minas Gerais, esse é o início de um novo projeto, marcando um novo posicionamento de negócios dentro do segmento de turismo”, observou Araújo.
O secretário de Turismo de Minas Gerais, Mário Henrique da Silva, salientou que o Estado vai passar a ser visto de maneira mais positiva e dinâmica. “Minas Gerais é uma ótima opção de turismo por sua gastronomia, riqueza e paisagens. Minas incentivando Minas é o caminho estratégico perfeito para que seja possível atender ao trade turístico nesse pós-copa que tem sido tão difícil”, disse.
 

1 thought on “Ouro Preto recebe aporte de R$ 10 milhões para fomentar o turismo de negócios”

  1. O Festival de Turismo de Ouro Preto, e uma grande oportunidade para mostrar o potencial de turismo da Cidade para os agentes de Viagem que ainda não conhece o destino , e aproximar fornecedores locais dos operadores de turismo.
    Milton Pimentel

Os comentários estão fechados.