Ministro compra briga por mais centros de convenções

[Por Panrotas, 19/08/2015]
O apoio à construção e reforma dos centros de convenções de Maceió e de Teresina foi o assunto de reunião articulada pelo ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, ontem (19), em Brasília.
A audiência contou com a participação dos governadores de Alagoas, Renan Filho, e do Piauí, Wellington Dias, além do secretário do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Maurício Muniz.
O objetivo do encontro foi solicitar a manutenção de verbas do PAC do Turismo destinadas aos empreendimentos e evitar o cancelamento de repasses devido a ajustes orçamentários.
Em fevereiro deste ano, o decreto 8.407 do governo federal bloqueou recursos reservados às obras e condicionou a continuidade destas à apresentação de documentos complementares.
“Os governadores têm o meu apoio. Nós temos incentivado a construção e reforma de centros de convenções por reconhecermos a importância do turismo de eventos, principalmente para minimizar o efeito da sazonalidade no setor”, enfatizou o ministro.
Recentemente, Alves liberou R$ 1 milhão para o Centro de Convenções de Natal, cidade dele. O valor corresponde ao nível inicial de execução do projeto. O total previsto é de R$ 30 milhões.
O programa destina ainda R$ 20 milhões ao centro de eventos de Maceió e R$ 40 milhões ao de Teresina. No total, o PAC do Turismo prometeu desembolsar quase R$ 700 milhões para a construção ou reforma de centros de convenções em 11 cidades do País.