Rio sedia encontro de negócios para promover o carnaval

[Por Ministério do Turismo, 16/06/2015]
No mês das festas juninas, o Rio de Janeiro abre espaço para repensar a maior festa popular do Brasil: o Carnaval.  O Centro de Convenções SulAmérica sedia dois eventos que começam no dia 18 e terminam em 20 de junho. A Carnavália, uma feira de negócios da folia, e o Sambacon, Encontro Nacional do Samba (Sambacon), devem atrair cerca de 10 mil visitantes e estimular a profissionalização do evento no país.
Com foco em estratégias de marketing e na venda de produtos e serviços para o Carnaval, a feira, segundo expectativa dos organizadores, deve gerar R$ 20 milhões em negócios, um crescimento de 30% em relação à edição do ano passado. O número de estandes (70) e de visitantes (10 mil) também cresceu durante o período.
“A Carnavália reúne desde grandes fornecedores de materiais, como ferro e telões de led, a artesãos e organizações não governamentais que produzem fantasias para blocos de rua”, diz o coordenador dos eventos, Nei Barbosa. Segundo ele, a Carnavália é um espaço de relacionamento para expositores de todo o Brasil. “Alguns fazem negócios há anos e não se conhecem”, afirma.
Paralelamente à feira, acontece o Sambacon, com debates acadêmicos que colocam o evento na perspectiva de mercado. Entre os temas estão a folia como geradora de negócios, o marketing e as festas que ocorrem em outras partes do país. Sambistas tradicionais, pesquisadores e convidados da América Latina, EUA e Japão falam das experiências da festa em suas regiões. O Carnaval de Tóquio, por exemplo, chega a reunir 500 mil pessoas.
A importância econômica do Carnaval se confirma em levantamentos realizados pelo Ministério do Turismo. Em 2015, a festa acrescentou R$ 6,1 bilhões à economia do país. O faturamento do período representa 3% do total gerado anualmente pela indústria nacional de viagens e turismo.
A Carnavália-Sambacon, que conta também com uma agenda de shows, tem patrocínio da Riotur e do Sebrae. O evento conta com os apoios da TV Globo, Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro), Lierj (Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro) e Sebastiana (Associação Independente dos Blocos de Carnaval de Rua da Zona Sul, Santa Tereza e Centro da Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro).
Ouça áudio do diretor do Departamento de Estudos e Pesquisas do MTur, José Francisco Lopes, sobre a importância do Carnaval para a atração de turistas.
Confira a programação