Ministro Alves quer Embratur no modelo da Apex Brasil

[Por Panrotas, 29/05/2015]
Depois de emplacar Vinícius Lummertz, que também é do PMDB, na presidência da Embratur, a próxima meta do ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, é mudar completamente o modelo de gestão do instituto, que poderá – e deverá – passar a funcionar como agência de fomento, nos moldes da Agência de Promoção de Exportações do Brasil no Exterior (Apex Brasil).
O ministro quer mais flexibilidade na Embratur, que atualmente não permite convênios ou parcerias. Segundo ele, a autarquia fica “distante do empresário”. Também pretende que o órgão não fique limitado a ações promocionais no Exterior. Ele quer a Embratur incentivando também o turismo doméstico.
Segundo se comenta, o ministro está com “carta branca”, pelo menos política. Todas as nomeações, exonerações, mudanças e ações institucionais, tanto no MTur como na Embratur, estão a cargo dele, que tem todo o respaldo do vice-presidente da República, Michel Temer, e do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que sucede Alves no cargo.