Secretário alerta para extinção da Setur de João Pessoa

[Por Panrotas, 13/05/2015]
O secretário municipal de Turismo de João Pessoa, Bruno Farias, confirmou hoje à PANROTAS que ameaça abandonar o cargo caso não seja revertida a redução da dotação orçamentária apresentada no mês passado pela Prefeitura da capital paraibana. O valor a ser aplicado na pasta caiu, por meio de uma Lei Orçamentária Anual (Loa), em mais de 90%, de R$ 2,1 milhões para R$ 59,6 mil.
Segundo Farias, a baixa no orçamento já era prevista, mas uma redução tão alta seria o mesmo que assinar o óbito do produto turístico pessoense. “Já prevíamos uma redução, mas não tão drástica. Esperávamos algo em torno de 30%, mas foi mais do que o triplo disso, e nenhuma pasta funciona com menos de R$ 60 mil para um ano. Isso seria a morte de nossa Secretaria. O fim da promoção de João Pessoa em feiras, congressos e de outros eventos do circuito turístico nacional”, avalia Farias.
Apenas com aluguel do imóvel em que está instalada a secretaria são gastos R$ 44,1 mil. Caso não seja revertida a Loa, o turismo da capital paraibana teria apenas R$ 15,4 mil para serem aplicados em marketing e outros custos.
Uma reunião entre Farias e o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, seria realizada hoje, mas foi adiada para sexta-feira. O secretário de Turismo diz estar otimista com os resultados dessa reunião. “Estou apelando para a sensibilidade do prefeito para que ele entenda que, em momento de recessão econômica, a verba para o turismo é um investimento, e não despesa. O turismo traz muito dinheiro para nossa economia”, afirma. “Não precisamos chegar ao valor inicial de mais de R$ 2 milhões, mas trabalhar com R$ 60 mil é o mesmo que nada”, completa.
De acordo com o secretário, a notícia foi recebida como um balde de água fria em um momento muito positivo do turismo pessoense. “Nunca tivemos uma relação tão boa com a PBTur (estadual) como nesse último ano. Esse diálogo com eles e nossa boa promoção turística fez com que contássemos com um acréscimo de 18% no fluxo de passageiros em nosso aeroporto nos primeiros quatro meses do ano. Esse marketing acabaria com uma verba tão raquítica como estão propondo.”
Bruno Farias é secretário de Turismo há um ano em João Pessoa. Ele também é vereador da cidade pelo PPS, em licença para exercer no secretariado.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *