OMT: Américas apresentam maior crescimento do mundo no Turismo

[Por Mercado e Eventos, 05/05/2015]
Na cerimônia de abertura da FIT cuba 2015, Carlos Vogeler, diretor para as Américas da Organização Mundial do Turismo (OMT), lembrou aos visitantes que o turismo é um dos setores econômicos que crescem com mais rapidez do mundo, representando 9% do PIB mundial. O setor registrou um crescimento de 4,4% no número de viagens internacionais em 2014, contabilizando 1.1 bilhão de turistas e movimentando 1,2 bilhão de dólares.
Segundo Vogeler a Europa é a região que conta com o maior número de viajantes internacionais, representando 51,4% do passageiros e 40,9% do faturamento. Em seguida estão a Ásia e Pacífico, com 23,2% do fluxo de turistas e 30,3% do faturamento. Em terceiro lugar estão as Américas com uma representação de 16% no fluxo e 22% do faturamento. Seguido pela África, na última colocação com uma pequena representação de 4,9% do fluxo e 2,9% do faturamento.
Entre as principais potências, Vogeler afirmou que a China é o país que apresentou o maior crescimento turístico, dominando o topo do ranking há cinco anos. O Brasil também integra a lista, estando na 10a posição. “É visível o crescimento das Américas do Norte, Central e Sul e Caribe em comparação com os outros destinos. Essas regiões apontaram um crescimento de 8,1% em 2014. O valor é acima do crescimento mundial que fica em torno dos 4,4%”, declarou o diretor da OMT para as Américas.
Em relação à Cuba, o diretor afirmou que o país é o terceiro destino mais visitado no Caribe, registrando o récorde de 3 milhões de turistas internacionais. O país está atrás da República Dominicana, que recebeu 5,141 milhões de turistas em 2014, e Porto Rico, com 3,2 milhões.
Para os próximos anos, Vogeler afirmou que é preciso vencer as barreiras dos vistos. “Os vistos colocam muitas dificuldades para àqueles que desejam viajar. Atualmente, é necessário requisitar visto em mais de 67% dos destinos antes das viagens. Sendo que apenas 2% desses vistos podem ser emitidos via internet. Isso é inaceitável em um mundo tão conectado tecnologicamente como o nosso. A tecnologia deve ser usado ao nosso favor”, explicou.
Outro desafio apontado é o desenvolvimento sustentável, que deverá equilibrar, meio ambiente, economia e questões sócio-culturais. “O turismo é um dos principais setores que podem contribuir para a Paz. Através das viagens conhecemos mais sobre outros povos e culturas, tornando-nos mais tolerantes”, finalizou o diretor.
Confira abaixo os principais desafios para o turismo apontados por Vogeler:
-Desenvolvimento de infraestruturas e facilitação das viagens;
-Interconectividade aérea;
-Governança e coordenação entre os governos nacionais, regionais e locais;
-Atração de investimentos;
-Parcerias de iniciativas público-privadas;
-Planejamento e desenvolvimento de produtos inovadores;
-Promoção e marketing desenvolvendo marcas para os destinos;
-Segurança;
-Qualidade e preços competitivos;
-Capacitação dos profissionais.