Bahia investe em novas festas e em outros segmentos do setor turístico

A contagem regressiva é para o São João, mas a Bahia tem muito mais atrativos, cativando todos os anos milhares de turistas do mundo inteiro. O tema foi abordado pelo secretário do Turismo do Estado, Nelson Pelegrino, no programa de WebTV ‘Em Foco’ desta terça-feira (06.05), que é produzido pela Secretaria de Comunicação Social do Estado (Secom).
Pelegrino afirma que a inovação em 2015 será uma grande festa de São João, no Parque de Exposições de Salvador, para o público que não vai para o interior do estado. O tradicional São João Pé de Serra no Pelourinho também está garantido.
“O São João da Bahia hoje é um produto nacional e nossa ideia é fazer um produto mundial, como o nosso Carnaval já é reconhecido”, ressalta o secretário. Ele cita, entre as principais festas, as de municípios como Amargosa e Cruz das Almas. “O São João acontece na baixa estação e atrai muita gente para o interior. Salvador também será mais uma opção”, diz o secretário.
Ele destaca que o São João da Bahia faz parte do planejamento estratégico da Secretaria do Turismo (Setur) e já está no material promocional da Embratur. Segundo Pelegrino, a divulgação das festas ocorre em todas as feiras, como a ITB Berlim – maior evento mundial do segmento – realizado este ano entre os dias 4 e 8 de março, na Alemanha.
“A Bahia tem atrativos como o enoturismo, o turismo religioso, de aventura, rural e LGBT. O estado tem todos os biomas que há no Brasil, foi aqui que o País começou [e] Salvador foi a capital da colônia até 1763. Temos o maior conjunto arquitetônico colonial da América Latina”.
Infraestrutura e capacitação
Para receber os turistas, segundo Pelegrino, o Estado investe em infraestrutura. “Estamos requalificando os principais aeroportos no interior. Temos dois decretos de regionalização para reduzir a alíquota de ICMS na compra de combustível para as empresas aéreas que atenderem ao maior número de destinos”. A companhia Azul, por exemplo, já atende oito municípios.
Outra iniciativa importante é a recuperação e construção de estradas. “A Ponte Camamu-Itacaré foi essencial para ligar duas zonas turísticas, a Costa do Dendê à do Cacau. A estrada Ilhéus-Itacaré também faz a integração entre destinos turísticos. A requalificação da Vila de Imbassaí é outro exemplo”, detalha o secretário.
Pelegrino informa que o Estado está apoiando os municípios com ações voltadas para qualificação. “Fizemos um curso para os gestores municipais de Turismo, criando uma rede de inovação, capacitando sobre legislação, ensinando a acessar o sistema [e] a organizar a política turística”.
Segundo ele, todos os secretários municipais se comunicam com a Setur, que, por definição do governador Rui Costa, tem uma transversalidade muito grande, por exemplo, com as áreas da Segurança Pública, Saúde e Cultura.
Voos nacionais e internacionais
O secretário do Turismo informa ainda que a Bahia está ampliando a frequência nacional e internacional, mantendo voos diários para Buenos Aires, na Argentina, Madri, na Europa, e para os Estados Unidos. De acordo com ele, a estratégia de marketing é ampla. Os principais emissores recebem atenção especial – no Brasil, São Paulo, Minas Gerais, Brasília e Rio de Janeiro, e os países Argentina, Europa e Estados Unidos.
“Estamos querendo ampliar as promoções e discutindo as estratégias em relação às mídias digitais. Hoje, de cada três pessoas, uma programa a viagem pela internet”, constata Pelegrino. Ele afirma que estão sendo desenvolvidas ferramentas para interagir com essa plataforma, inclusive, nas redes sociais. “Queremos utilizar a mídia dinâmica com vídeos promocionais roteirizados sobre a Bahia, contando a nossa história”.
Centro de Convenções e Segurança Pública
O turismo de negócios, que envolve eventos e feiras, segundo o titular da Setur, traz quantidade maior de turistas em pequeno espaço de tempo.
“Um congresso pode ocupar toda a rede hoteleira de Salvador por até uma semana. É um público que tem alto poder aquisitivo. Então a estratégia para este segmento é fundamental”. Para atrair eventos dessa natureza, o Centro de Convenções da Bahia está recebendo intervenções de requalificação, mas Salvador vai ganhar novo equipamento.
“O principal destino, inclusive para turismo de eventos, é a capital. Temos também Porto Seguro, Ilhéus, Sauípe. Temos o maior parque hoteleiro do Norte-Nordeste. Temos boa infraestrutura e destinos atrativos. Então o governador Rui Costa decidiu construir um novo Centro de Convenções em Salvador, provavelmente no Comércio, e, enquanto isso, estamos requalificando o que temos para continuar atraindo feiras e eventos”.
Para o turismo como um todo – e não só em ocasiões de feiras e eventos -, o secretário afirma que a Bahia está reforçando a segurança.
“A Segurança Pública tem um peso importante para o Turismo. Tenho conversado muito com o secretário Maurício Barbosa e com o comandante da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão. Pela nova Lei de Organização da Polícia Militar foi criado um Batalhão de Polícia Turística. Então nós vamos reforçar a segurança pública nos 28 destinos prioritários da Bahia”.