ABEOC – ES realiza encontros com SEBRAE e Prefeitura de Vitória

A segunda semana de maio foi muito produtiva para a estadual do Espírito Santo da Associação Brasileira de Empresas de Eventos – ABEOC Brasil. Foram realizados encontros com o SEBRAE e a prefeitura de Vitória para tratar de assuntos importantes do segmento de eventos.


No dia 14/05, na sede do Sebrae ES, estiveram reunidos o Presidente da ABEOC Brasil – ES, Claudio Cardoso, o Diretor Secretário Eduardo Carneiro e a Gerencia da Unidade de Turismo e da Unidade de Mercado do Sebrae ES para discutir os ajustes finais da rodada de negócios entre associados ABEOC e preparação de novos cursos e palestras para o setor, que abordarão temas como a cooperação na cadeia produtiva de eventos, compras governamentais e elaboração de projetos para captação de recursos. Mais detalhes sobre a rodada de negócios e cursos serão apresentados em reunião ampliada da ABEOC ES do dia dois de junho.
Já no dia 15/05, na sede da ABEOC ES, a diretoria se reuniu com o Secretário de Turismo Leonardo Krohling para tratar de assuntos de interesse do setor como a licitação de eventos da Prefeitura de Vitória, situação do apoio a eventos pela PMV, bi-tributação e a participação da ABEOC na Comissão Interna de eventos da PMV, o que está sendo analisado pela prefeitura.
“Essas reuniões demonstram que toda a diretoria está engajada em obter os resultados que os associados nos confiaram. Temos a convicção que em muitos casos não temos condições de gerar diretamente negócios para nossos associados, mas podemos e devemos gerar oportunidades de negócios tanto entre nós associados, como ajudando a cada um se capacitar a fim de obter melhores resultados em suas empresas”, analisa o presidente da ABEOC ES, Cláudio Cardoso. “A busca de parcerias estratégicas, novos nichos de negócios, aprimoramento de nossas capacidades e atributos com cursos e palestras são de suma importância para o momento que estamos passando. Estamos todos sentindo os desafios que temos neste ano, mas não podemos e nem iremos desanimar nem retroceder”, conclui Cardoso.