Indústria de Eventos avalia resultados do maior encontro internacional do setor no país

[Por Portal da Propaganda, 27/04/2015]
O Fórum Eventos, maior encontro internacional da indústria de eventos no Brasil, superou e atendeu à expectativa de cerca de 95% do público da edição de 2015. O evento, que aconteceu no final do mês de março, na capital paulista, reuniu 37 palestrantes de alto nível, entre brasileiros e estrangeiros vindos de nove países, para discutirem as últimas tendências sobre Incentivo, Marketing Promocional, Tecnologia, Brand Innovation, Tendências e Pesquisas, Marketing de Destinos, MICE, Lançamento de Produtos e Feiras & Congressos.
O público, composto por profissionais de agências, promotores, organizadores de eventos de todos os portes, fornecedores de serviços e equipamentos para eventos, dirigentes de entidades ligadas ao setor e representantes de destinos, hotéis e centros de convenções de todo o Brasil, considerou que a organização do evento foi boa ou excelente (95,65%) e listou uma série de aspectos positivos, entre eles a qualidade do conteúdo, palestrantes de alto nível, a possibilidade de interação ao vivo e a oportunidade de realização de importantes contatos de negócios.
O levantamento foi feito pela organização do evento com cerca de 100 dos 279 participantes do Fórum. Entre os profissionais, estiveram presentes 21 jornalistas, 89 hosted buyers, 85 congressistas e 37 palestrantes. Do total, foram 260 brasileiros e 19 estrangeiros, vindos da Argentina, Peru, Colômbia, Equador, Estados Unidos, Inglaterra, Espanha, Portugal e Canadá.
“Os dados divulgados em primeira mão no Fórum Eventos – faturamento de R$652,9 bilhões, geração de 15,6 milhões de empregos, crescimento  de 14,9% ao ano – mostram um setor poderoso, o segundo maior do país”, comemora o idealizador e diretor do Fórum Eventos, Sergio Junqueira Arantes. “A reunião de alguns dos maiores especialistas internacionais, com os melhores do Brasil, proporcionou ricos debates e trocas de informações. Todos saímos enriquecidos  de preciosos e úteis conhecimentos, e pudemos reencontrar e conhecer parceiros e velhos amigos”.
Para Sergio Medina Pasqualin, presidente da Academia Brasileira de Eventos e Turismo e diretor superintendente do Expo Center Norte – um dos patrocinadores masters do Fórum, a contribuição trazida pelos palestrantes foi importante para a disseminação das tendências mundiais,  “tão necessárias para que cada vez mais o Brasil tenha sua participação neste mercado cada vez mais globalizado”. “O patrocínio ao Fórum foi extremamente importante, não somente pela sua importância, mas para que estimulemos outros players a entender a necessidade de fazermos que o nosso setor seja merecedor de maiores verbas e, por consequência, melhores eventos.
Philip Moss, sócio-diretor da Chá das 5, produtora de vídeos especializada em conteúdos corporativo e publicitário, que também esteve entre os patrocinadores do Fórum Eventos, afirmou que a presença no evento superou as expectativas para a empresa. “Fizemos bons contatos, com possibilidades reais de trabalho”.
A opinião foi compartilhada por Leila Bueno, diretora comercial da Bueno.br, um dos patrocinadores comerciais do Fórum. “Apoiar um evento desse teor nos coloca numa posição privilegiada e de visibilidade, por estarmos envolvidos com os pensadores e formadores de opinião no mundo dos eventos. Como resultado, tivemos fortalecimento da marca Bueno e uma rica troca de conhecimento com os profissionais do setor”.
Alecsandra Penteado, consultora de marketing da Unify, que esteve entre os Hosted Buyers do Fórum, também comemorou os resultados. “A programação apresentou conteúdo com informações de qualidade e muitas novidades, com profissionais de altíssimo nível. Além disso, pudemos conhecer novos fornecedores, colegas de outras empresas, trocar ideias, ver soluções diferentes para agregarmos aos nossos eventos, enfim, o evento foi realmente muito bom e uma oportunidade de atualização para nós”.
O Fórum Eventos foi um Evento Neutro, com Selo Azul concedido pela Eccaplan, e terá compensação de carbono realizada com apoio da Tour House.
Mercado
O setor de Eventos e Turismo movimentou R$ 652,9 bilhões em 2013 representando 13,5% do PIB brasileiro. O segmento Eventos, conforme o II Dimensionamento da Indústria de Eventos, movimentou R$ 209,2 bilhões (4,32% do PIB) e o segmento Turismo, segundo o Conselho Mundial de Turismo (WTTC) teve uma receita total de R$ 443,7 bilhões (9,16% do PIB). No Brasil, Eventos e Turismo representam mais de 15,6 milhões de empregos diretos, terceirizados e indiretos, sendo 7,5 milhões no segmento Eventos. Foram contabilizados 590 mil eventos no país em 2013, sendo cerca de 300 mil na cidade de São Paulo. Segundo a International Congress and Convention Association (ICCA), os ingressos do Turismo de Eventos e Congressos superam US$ 1 trilhão e movimentam 160 milhões de participantes no mundo.