Conotel: Ministro assegura maior participação governamental e mais competitividade para o setor

[Por Hôtelier News, 16/03/2015]
Iniciando sua programação de debates e palestras, o Conotel – Congresso Nacional de Hotéis 2015 recebeu Vinícius Lages, ministro do Turismo, num painel que abordou os cenários futuros para o setor de hospedagem. Sobre o assunto, o representante da pasta fez algumas promessas, entre elas o maior envolvimento do governo federal na questão turística e a adoção de uma postura mais competitiva para o segmento.
Ocupando mais da metade do tempo de painel, Lages pormenorizou a questão da competitividade elencando elementos que, teoricamente, são a base para transformar o segmento em uma potência na geração de receitas para o País. Entre os pontos citados pelo representante do MTur (Ministério do Turismo) estão aspectos como a revisão no processo de concessão de vistos, o maior investimento em tecnologias para o nicho, a melhor estruturação de destinos, o incentivo para que o fluxo de viagens domésticas aumente, a criação de uma plataforma que envolva o patrimônio cultural já existente e o incentivo fiscal para intensificar os investimentos da iniciativa privada.
Para o ministro, o Brasil precisa parar de depender do espírito criativo de empreendedores e começar a se articular com medidas públicas, sustentadas e apoiadas por governos estaduais, municipais e também pela esfera federal. “É preciso que nós, o governo, nos mexamos e descubramos como podemos contribuir para o progresso”, ponderou. “É absolutamente legítimo que esse setor reivindique seu espaço e é o que esperamos conseguir o quanto antes”, completou.
Melhorar o aproveitamento de grandes eventos
Lages ainda ressaltou a importância dos jogos Olímpicos de 2016 para o setor e se queixou de ainda não ter a pasta presente entres as instituições que participam da organização do acontecimento. “Precisamos aproveitar uma oportunidade tão singular como será essa e não desperdiçar como, confesso, fizemos com a Copa do Mundo”, apontou.
Vander Morales, presidente da Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário), Gaudêncio Torquato, jornalista, e Eraldo Alves Cruz, secretário executivo do conselho empresarial do CNC (Conselho Nacional do Turismo), completaram o quadro de debatedores que engrossaram o coro do ministro destacando a necessidade de aumentar a competitividade no setor.
A programação de debates e palestras da Conotel seguem acontecendo até amanhã (17), paralelamente ao evento gastronômico Food Hospitality World.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *