Hospitalidade torna destinos mais competitivos

[Ministério do Turismo, 29/01/21015]
A arte de receber bem é uma característica marcante do brasileiro – e um bem valioso para o turismo. Tida pelos estudiosos como um traço cultural genuíno do povo brasileiro, ela é hoje uma das principais motivações dos estrangeiros que escolhem o Brasil como destino de viagem.
A referência está presente nas obras de Sérgio Buarque de Holanda, um dos mais importantes historiadores do país, e referenciada pelo escritor Gilberto Freyre e pelo historiador e filósofo José Carlos Reis.
Um estudo do Ministério do Turismo reforça essa teoria. A hospitalidade é hoje o item mais bem avaliado pelos visitantes estrangeiros que visitam o Brasil, com 97,4% de aprovação.
Nesta quinta-feira (29), dia em que se comemora a hospitalidade, o MTur saúda camareiras, garçons, monitores, recepcionistas de meios de hospedagem e tantos outros profissionais intimamente ligados ao setor e ao turista. Na linha de frente, eles são responsáveis pela boa imagem que se tem do país e pela alta taxa de intenção de retorno (95,3%).
A hospitalidade pode ser notada em todas as atividades relacionadas ao setor, desde a facilitação ao ingresso e permanência no país, até a educação e capacitação dos profissionais.
Para o turismo, a hospitalidade é um item capaz de aumentar a competitividade dos destinos e dos serviços. Esta é uma das razões pelas quais as três maiores redes de hotéis internacionais com presença no Brasil elegeram a boa recepção como um dos itens de maior valor da companhia e premissa institucional.
Celebrar a hospitalidade é uma prática antiga que começou com a Igreja Católica no século XIX, com o objetivo de reforçar entre os fiéis a importância de se reservar um dia para refletir sobre a solidariedade e o acolhimento.
Clique aqui e ouça comentário do ministro do Turismo, Vinicius Lages, sobre a importância da hospitalidade para a boa avaliação do país por visitantes.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *