Confira seis dicas da Abeta para turismo consciente na natureza

[Jornal de Turismo, 19/02/2015]
(Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura) separou uma série de dicas para o turista aproveitar ao máximo a cultura da vida ao ar livre.
Acompanhe algumas dicas que serão muito úteis durante a prática de Ecoturismo ou Turismo de Aventura:
1- Planejamento
Antes de cair na estrada, pesquise o destino escolhido e descubra quais as atividades de aventura são oferecidas no local. Escolhas aquelas mais adequadas às suas preferências e habilidades. Cuide para ter tempo suficiente para curtir seu carnaval ao ar livre com muita diversão e segurança.
Falando em segurança, lembre-se: o Brasil conta com Normas Técnicas para operação de Turismo de Aventura e Ecoturismo e a lei hoje exige que as empresas tenham implantado um Sistema de Gestão da Segurança SGS de acordo com a Norma Técnica ABNT/ISO 21101. Escolha sempre empresas responsáveis e que se preocupam com sua segurança, com o meio ambiente e com a comunidade.
2- Saiba o que quer fazer
Atualmente o Brasil possui aproximadamente 30 modalidades diferentes de turismo de aventura na terra, no ar e na água. Com tanta variedade, é fácil encontrar o caminho ideal para se divertir.
Rafting, Rapel, Canoagem, Turismo Equestre, Observação de Vida Silvestre, Mergulho e Caminhada são apenas algumas das opções. Escolha sua atividade e aproveite para desfrutar a emoção da vida ao ar livre.
3- Em família
Turismo de Aventura e Ecoturismo são para toda a família e todos podem se divertir com segurança e responsabilidade. Além disso, muitos destinos e empresas oferecem serviços para pessoas com deficiências, tornando as atividades junto à natureza, acessível a todos. Aproveite.
4- Escute o condutor
O condutor é o responsável pela sua segurança, diversão e bem-estar. Ouça o que ele tem a dizer. Acostumado com o ambiente e com a atividade, esse profissional vai tornar sua experiência ainda mais divertida, segura e confortável.
5- Equipamentos de segurança
Quem vai praticar uma atividade na natureza deve saber: segurança em primeiro lugar. O uso de capacete, coletes salva-vidas, cordas adequadas são essenciais para a prática das atividades ao ar livre. Verifique se esses equipamentos estão em boas condições de uso. E lembre-se: “colocou o pé na água: colete. Tirou o pé do chão: capacete”.
6- Respeite a natureza e a comunidade
Ande sempre por trilhas demarcadas, produza pouco lixo e o que for produzido deve ser trazido de volta. Como diriam os experientes aventureiros: “o único rastro que um turista deve deixar na natureza são suas pegadas”. Respeite a comunidade que acolhe os viajantes e não levem os maus hábitos urbanos para os ambientes naturais.
Seguindo as orientações da ABETA, sendo responsável, conhecendo e respeitando seus limites, o turista irá aproveitar ao máximo a viagem. É claro, não se pode esquecer a hidratação, alimentação e manter-se aquecido quando for preciso.
Com as dicas em mente, o viajante está pronto para aproveitar ao máximo a natureza em um dos feriados mais esperados do ano. Boa viagem!
A ABETA (Associação Brasileira de Ecoturismo e Turismo de Aventura) tem como principais objetivos representar, qualificar e promover seus associados, por meio de ações e parcerias.
A entidade é responsável pelo programa Aventura Segura, referência mundial no mercado da vida ao ar livre. Atuando desde 2004 pelo segmento, a ABETA conta hoje com mais de 140 empresas com sedes em 22 estados do Brasil.