Para garantir rentabilidade, hotéis investem em eventos

[Revista Hotéis, 16/01/2015]
A indústria de eventos e turismo no Brasil movimentou R$562,9 bilhões em 2013 representando 13,5% do PIB, sendo R$ 209,2 bilhões no segmento de eventos, o que representa uma participação de 4,32% no PIB.
De acordo com os dados II Dimensionamento Econômico da Indústria de Eventos realizado pela ABEOC — Associação Brasileira de Empresas de Eventos em parceria com o SEBRAE — Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, foram contabilizados 590 mil eventos no País em 2013.
Eles geraram 7,5 milhões de empregos diretos, terceirizados e indiretos. Já a receita total do turismo no Brasil foi calculada em R$ 443,7 bilhões 9,16% do PIB, segundo o WTTC — Conselho Mundial de Turismo. Juntos, os setores representam mais de 11,4 milhões de empregos. Segundo a ICCA —International Congress and Convention Association, os ingressos do turismo de eventos e congressos superam US$ 1 trilhão e movimentam cerca de 160 milhões de participantes.
O Brasil lidera o ranking de países que mais sediaram eventos internacionais na América Latina e ocupa a sétima colocação entre os demais países do mundo, de acordo com a ICCA. E de acordo com o Ministério do Turismo, os turistas de negócios representam uma parcela significativa (25,6%) dos estrangeiros que vistam o País. Seu gasto médio diário, de US$ 127, é quase duas vezes maior que o de turistas de lazer.
O turismo de eventos tem elevada importância para uma cidade ou região do Brasil, pois incentiva o desenvolvimento socioeconômico local, contribuindo para geração de empregos, rendas e criação de infraestrutura que beneficia não só o turista, como a população da cidade. Outro fator relevante é que turismo de eventos é uma grande alavanca para combater a sazonalidade da “alta e baixa estação”, visando fomentar o turismo em diferentes épocas do ano.
Um evento movimenta um grande número de profissionais durante a sua realização, provocando uma grande movimentação econômica nas cidades sede. É importante observar que o turista de eventos é motivado por interesses profissionais, mesclando atividades de trabalho e lazer, tornando-se um cliente com grande potencial de consumo do item diversão.
Outro aspecto importante do Turismo de Eventos é o fato do turista retornar depois, com a família, para os locais que mais lhe agradaram. E diante destas oportunidades, cada vez mais os meios de hospedagem no Brasil apostam na área de eventos com o objetivo de aumentar suas receitas, além de ser uma eficaz ferramenta de combater o período de baixa ocupação.
Gestão profissional
Com o crescimento do mercado de eventos corporativos no Brasil, os hotéis passaram a se especializar e oferecer uma estrutura completa, que vai desde a organização até o serviço de hospedagem corporativa. Aliado a uma gestão cada vez mais profissional e investimentos contínuos nesta infraestrutura de serviços, os hotéis têm visto seus espaços de eventos se transformarem em uma “arma poderosa” frente à concorrência.
É o caso do Grand Hyatt São Paulo, localizado na zona Sul da capital paulistana, que oferece uma ampla estrutura de salas que atendem os diversos perfis/porte de eventos, corporativos ou sociais, bem como, equipamentos de última geração para suporte técnico. Além da estrutura para a realização do evento em si, o setor de eventos corporativos influencia cada vez mais as receitas positivas do hotel.
E como a cidade de São Paulo atrai a maioria dos eventos que são realizados no Brasil, ter um hotel preparado para receber os turistas de eventos, assim como o público corporativo em ambientes modernos é de vital importância. E neste aspecto, o hotel Pullman São Paulo Ibirapuera é um dos destaques.
Em 2013 o hotel fez um investimento de R$ 10 milhões na modernização de sua área de eventos e de algumas suites executivas. A modernização das 14 salas do espaço de eventos era o que faltava para completar a ampla modernização que o empreendimento realizou em 2011, quando mudou de bandeira Grand Mercure para Pullman.
“O investidor deste empreendimento, Antônio Setin, estava sensibilizado que esta área necessitava sofrer uma repaginação para atender as necessidades do mercado e se posicionar de maneira ainda mais competitiva.
Trocamos toda a parte de informática, de dados e telecomunicações, forro, isolamento acústico, piso, parede, iluminação e até aumentamos a altura do pé direito, como a Sala São Paulo que passou de 3,50 m para 4,15 m. Isto proporciona maior conforto para atender as necessidades de nossos clientes”, destacou o Gerente geral deste empreendimento, Carlos Bernardo.
Quem assinou as mudanças neste novo layout foi a arquiteta Consuelo Jorge, que também é responsável por todo o layout do hotel, inaugurado em 2011. A modernização trouxe um ar contemporâneo, interativo e conectado aos dois pavimentos que comportam as salas de eventos com capacidade para até 250 pessoas.
Tapetes e elementos de cores vivas dão charme e descontraem o ambiente, oferecendo ao espaço uma diversidade que possibilita receber qualquer tipo de evento.
O destaque, no entanto, ficou para o exclusivo Chill Out Space. Com decoração informal, poltronas confortáveis, mesa de reuniões, TV e frigobar, o espaço é completamente alinhado com o conceito da marca Pullman e oferece uma experiência vibrante e dinâmica ao visitante.
Fica ao lado das áreas de conferência e funciona como um verdadeiro lounge, possibilitando uma maior interação entre os participantes. As informações podem ser transmitidas do computador direto para a televisão e o espaço possui conexão de dados independente para garantir a maior velocidade e eficiência possíveis.
Outra novidade são as pausas inovadoras. Para equilibrar os encontros e reuniões de um modo original e proveitoso, o Pullman desenvolveu o conceito que substitui o antigo coffee break.
O visitante poderá descobrir, por exemplo, os benefícios de uma massagem relaxante ou desfrutar de experiências gastronômicas memoráveis, por meio de uma cozinha diferenciada, com pratos típicos e comidas regionais, em pequenos intervalos distribuídos durante os encontros.
Os novos espaços de eventos, como a Sala São Paulo também contam com ótima iluminação natural, 100 Mb/s de internet, conexões de áudio e vídeo embutidos no teto e ambiente acusticamente tratado. A infraestrutura permite também videoconferências. Complementando os serviços oferecidos, o Pullman possui o restaurante Pateo, exclusivo para atender grupos e eventos, e com capacidade para até 170 pessoas.
Maior estrutura de eventos do Brasil
Diante das oportunidades apresentadas pelo mercado de resorts para receber grandes eventos, a Costa do Sauípe decidiu fazer um investimento de R$ 14 milhões na Arena Sauípe – uma estrutura multiuso permanente, com 5.125m² de área total construída e capacidade para receber simultaneamente 3,5 mil pessoas sentadas ou 6 mil em pé.
“Com uma estrutura dessa magnitude, estamos posicionados como o principal destino de eventos corporativos do Brasil. Hoje temos a mais completa estrutura de eventos corporativos do País, pois além da Arena, temos 37 salões de eventos e uma equipe especializada dedicada a esse segmento.
Somos hoje o único destino do País capaz de hospedar e acolher, em uma única plenária, mais de 3 mil pessoas simultaneamente. Este projeto exigiu um aporte de R$ 14 milhões e envolveu 300 profissionais, além de quatro empresas envolvidas na construção”, destacou Guilherme Martini, Diretor-presidente da Costa do Sauípe.
A Arena Sauípe foi inaugurada em agosto de 2013 e conta com um salão principal de 2450 m², modulável em três salas de aproximadamente 800 m² cada, além de um foyer de 900 m² – próprio para a realização de feiras, exposições ou coquetéis.
O espaço oferece ainda toda a infraestrutura necessária para a realização de grandes eventos: business center, depósito, facilidade de acesso para grandes montagens no salão principal, camarim e ampla área de circulação interna.
Toda a Arena Sauípe é climatizada e os materiais utilizados em seu acabamento prezam pela acústica nos ambientes. O teto do salão principal, com 8 metros de pé direito, é totalmente revestido de placas de gesso e dry-wall.
O espaço conta ainda com internet Wi-Fi. Em seu projeto, os arquitetos responsáveis pela Arena Sauípe tiveram grande preocupação com a questão da sustentabilidade: além de utilizar materiais menos agressivos ao meio ambiente, tais como telhas sem amianto, tintas atóxicas e iluminação com LED, houve atenção especial para aproveitar o máximo de iluminação natural.
Demanda dos grandes centros
O fato de estar localizado próximo a grandes centros urbanos e industriais que demandam muitos eventos, levou a Rede Tauá Hotéis e Resorts a ampliar o centro de convenções da unidade de Atibaia. A cidade está localizada a apenas 59 km de São Paulo e a 45 km de Campinas, consolidando o hotel como uma excelente opção para eventos coorporativos na região.
A inauguração das 13 novas salas exigiu um investimento de R$ 8 milhões e dotou o espaço com uma nova área com capacidade para receber confortavelmente 910 pessoas. Os espaços funcionais atendem desde pequenas reuniões e treinamentos até convenções de maior porte.
Com isto, o hotel passou a disponibilizar 33 salas multiuso com capacidade entre 20 e 1.600 pessoas. Com esta reestruturação, o empreendimento espera aumentar o faturamento da unidade em 20% e atender à demanda do segmento de negócios e eventos.
Outro empreendimento que se beneficia de estar próximo a grandes centros urbanos para captar eventos, é o Mavsa Resort localizado na cidade de Cesário Lange, a 90 minutos da cidade de São Paulo, com acesso fácil e seguro pela Rodovia Castelo Branco. Recentemente ampliou sua área de eventos que ficou com sete salas e capacidade para até 1,1 mil pessoas, sendo algumas delas moduláveis, além de um foyer para serviços de coffee break, com acesso à internet banda larga, wireless gratuito e isolamento acústico.
De acordo com Nilva Meirelles, Gerente comercial do empreendimento, empresas de diferentes segmentos como automobilístico, financeiro, médico, têxtil, cosméticos, seguros, químico e agrícola, dentre outras, fazem seus eventos no Mavsa com frequência. “No Mavsa Resort os eventos corporativos são organizados de acordo com o objetivo da empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte.
Como as salas podem ser organizadas de diversas maneiras, a infraestrutura flexível é um dos destaques para os eventos corporativos. Possuímos uma diversidade de cardápios que atendem às necessidades de todos os clientes, desde um churrasco com costela ao fogo de chão e cardápios temáticos como feijoada e massas”, explica Nilva.
Segundo ela, em termos de receitas é difícil expressar, mas em segmentação de mercado, 60% das hospedagens do Mavsa são para eventos e o restante 40% para lazer. “Para 2015, esperamos um crescimento de aproximadamente 10%”.
E para o hotel que pretende investir em eventos para melhorar sua performance e rentabilidade, Nilva dá um conselho: “Esse é um nicho de mercado bastante competitivo e altamente profissionalizado, onde o sucesso envolve uma série de fatores como localização, infraestrutura, salas, qualidade de serviços e etc. Nem todos os hotéis estão preparados para trabalhar com eventos, principalmente pela falta de infraestrutura e mão de obra local especializada”, garantiu Nilva.
Eventos a beira mar
Também pela proximidade da capital e de se localizar em frente a uma das praias mais lindas do litoral paulista, faz com que o Casa Grande Hotel Resort & Spa, que fica na praia da enseada no Guarujá, seja uma opção para eventos. O empreendimento possui uma área de 1000 m², e seu centro de eventos se divide em cinco salões modulares, podendo ser dimensionado para atender desde pequenas reuniões até grandes feiras, convenções e congressos. De acordo com Sérgio Souza, Diretor comercial do empreendimento, em torno de 45% da receita anual total do hotel vem da área de eventos que é considerada de vital importância na operação e existe um portfólio de alimentos e bebidas exclusivo para eventos e convenções corporativas. “O mercado de eventos está crescendo exponencialmente diante de muitas oportunidades de negócios e sua importância tende a se ampliar ao longo dos próximos anos para os resorts. Nós estamos atentos a estas oportunidades e preparados para crescer em torno de 10% a 15% ao ano”, revela Souza.
Polo para eventos
O Actuall Convention Hotel, localizado em Contagem (MG), inaugurou em setembro do ano passado um moderno centro de eventos com capacidade para receber até 2.000 pessoas. O ambiente possui paredes móveis, cabines de tradução simultânea, isolamento acústico, iluminação e ar condicionado com sistema de controle inteligente. De acordo com a Diretora do Actuall, Alessandra Aguiar, o intuito é transformar a cidade de Contagem em um polo turístico de eventos. Ela ainda afirma que o espaço conta com toda modernidade e versatilidade para colocar o empreendimento no topo da lista de agências de turismo e organizadores de eventos.
O complexo de eventos do hotel atinge uma área total de 5.200 m², dos quais 1.350 m² pertencem ao novo Centro de Convenções. O ambiente conta ainda com tecnologia de algema mecânica para fixação de telão e equipamentos eletrônicos no teto, possibilitando total visibilidade dos participantes.
O Gerente Nacional de Vendas, Eugênio Fiúza, destaca o diferencial da área de eventos e também do restaurante próprio do hotel, o Pau Brasil. Segundo ele, o maquinário composto por fornos combinados alemães capacita o restaurante receber até 2.000 pessoas em uma hora.
Oportunidades no Sul
No Sul do Brasil as oportunidades de crescimento de eventos também estão sendo bem aproveitas por diversos meios de hospedagens e o Recanto Cataratas, Thermas, Resort & Convention é um bom exemplo. O empreendimento inaugurou no último dia 19 de novembro o Gran Maestra, seu novo Centro de Eventos.
A 24ª Convenção Anual da FACIAP – Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná, maior evento empresarial do Estado, marcou a abertura do local reunindo durante três dias empresários, autoridades e associados da instituição.
O Gran Maestra é composto de um salão para 2.500 pessoas em auditório, foyer de 1.350 m² para cerca de 1.500 pessoas, pé direito de 6,5 metros e uma área de exposição de 4.600 m² com pé direito de 4,5 metros.
A infraestrutura reúne também 20 salas de apoio, duas salas Vip, com capacidades diversas e flexíveis. Segundo Edilson Andrade, Diretor comercial do Recanto Cataratas, “o espaço foi pensado e projetado para oferecer conforto, comodidade, flexibilidade para atender aqueles eventos mais exigentes, de perfis variados que acontecem em Foz do Iguaçu”.
Veja mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *