Número de voos para o Brasil tem alta de 30,7% em quatro anos

[Jornal de Turismo, 28/01/2015]
Os Estados Unidos, segunda maior delegação nas Olimpíadas de 2012, foi o país com maior número de voos para o Brasil em 2014. O visitante norte-americano tem a sua disposição 14.
573 voos por ano para o Brasil, país que sediará os próximos Jogos Olímpicos, em 2016. De acordo com levantamento da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), a oferta de voos internacionais para o Brasil registrou aumento de 30,97% em 2014, em comparação com 2010, período de realização das duas últimas Copa do Mundo.
“Os dados mostram oportunidade de crescimento para o turismo internacional brasileiro, com foco nas Olimpíadas de 2016. A aviação é um elemento essencial para a atração de turistas e o Brasil é um destino de longa distância para a maior parte dos principais emissores de turistas no mundo, por isso a importância de se fazer avaliações, pois nos trazem um norte da situação geral”, explicou o presidente da Embratur, Vicente Neto.
Todos os continentes apresentaram crescimento no período. Além da América do Norte, outro continente com forte incremento na oferta da malha aérea para o País foi a Ásia/Oceania. Entre 2010 e 2014, a região aumentou em 87,32% o número de voos, grande parte em consequência do início da rota diária entre Dubai e Rio de Janeiro operada pela Emirates, a partir de janeiro de 2012.
A América Latina continua sendo o continente com maior quantitativo de voos com destino para o Brasil. O número passou de 26.624 em 2010, para 34.107 voos em 2014, representando incremento de 28,10% na malha aérea com nosso País. Na região, ganham destaque Cuba, Equador e República Dominicana, que antes não tinham ligação aérea com o Brasil e passaram a operar voos para o país.
No período, Colômbia, Barbados, Panamá e Chile mais do que dobraram a quantidade de voos para o Brasil. Além disso, com 13.817 voos em 2014, a Argentina continua sendo o país da América Latina com maior oferta de voos com destino ao Brasil.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *