Embratur estuda cobrar de co-expositores para evitar “no-show”

[Mercado e Eventos, 27/01/2015]
Já está sendo preparada pela Embratur uma uma portaria que mudará a participação das empresas do trade, estados e municípios nas feiras internacionais. A ideia, conforme explicou o diretor de Produtos e Destinos do órgão, Marco Lomanto, é evitar as constantes faltas que aconteceram nos últimos eventos. Além disso, os co-expositores mais assíduos poderão ter preferência nas próximas feiras.
“Vamos cobrar para ter o compromisso. Porque muita gente reserva e no dia da feira acaba não aparecendo, que faz com que outros fiquem de fora, uma vez que os lugares são limitados”, contou Lomanto, explicando que na Fitur cinco empresas confirmaram e desistiram na última hora. “Vamos criar um mecanismo, mas a ideia é de que quem falte não possa ir na próxima”, complementou.
Lomanto explicou que o valor não deverá ser caro, já que o objetivo da Embratur com isso não é gerar receita, mas sim fazer com que os co-expositores que reservarem um espaço tenham o compromisso de não cancelar. “Isso d/everá ser publicado no máximo em março”, /revelou.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *