MTur divulga balanço do Pronatec Turismo

[MTur, 18/12/2014]
Antes comunicador social; agora, organizador de eventos. Formado há dois anos na primeira turma do Pronatec Turismo de Niterói (RJ), Pablo Tavares, 27 anos, garante que não vai parar por aí.
O próximo passo é buscar aprimoramento em um curso de idiomas. O exemplo logo chamou atenção da mãe, Sara Barroso, que, ao notar a valorização profissional do filho, ingressou no curso de camareira, com o intuito de se qualificar e conquistar nova posição no mercado de trabalho.
A história de Pablo Tavares é uma das 100 mil vidas transformadas com a ajuda do Pronatec Turismo, programa de qualificação do Ministério do Turismo em parceira com o Ministério da Educação.
Ao longo de 2014, o MTur incentivou a qualificação de pessoas para o mercado de turismo em 120 municípios, com intuito de suprir a necessidade de profissionais nos destinos brasileiros e capacitar aqueles que já trabalham na área.
O programa tem oferta de 54 cursos, destinados a: cidadãos brasileiros com planos de ingressar no mercado do setor; pessoas já empregadas em atividades econômicas do Turismo; e jovens em situação de vulnerabilidade social.
De acordo com o ministro do Turismo, Vinicius Lages, os resultados dessa iniciativa já podem ser notados na qualidade dos serviços de hotéis, restaurantes e demais segmentos do turismo no Brasil, com ênfase para a formalização do trabalho, melhoria salarial e mais qualidade de vida para milhares de egressos do programa.
A partir do ano que vem, o Pronatec Turismo terá mais uma modalidade, com o objetivo de qualificar pessoas que já atuam em atividades produtivas associadas direta ou indiretamente ao turismo.
O Pronatec Turismo Desenvolvimento Local visa melhorar os serviços prestados aos turistas, além de subsidiar o aumento da renda para o profissional local, o desenvolvimento da economia do município, o estímulo ao empreendedorismo e à formação do Microempreendedor Individual.
Além dos 120 participantes, mais 81 municípios serão contemplados, localizados no entorno de parques nacionais, e mais 13 cidades que detém patrimônios tombados pela Unesco e pelo IPHAN. Com essa iniciativa, o programa passará a atender 214 municípios e oferecer mais de 100 cursos, entre eles os de artesão de biojoias, artesão de artigos indígenas, destilador de bebidas, tecelão e preparador de doces em conserva, entre outros ofertados.
Perfil
Desde que foi lançado, há dois anos, o Pronatec Turismo formou 103.345 pessoas e hoje conta com 180.561 alunos matriculados regularmente em todo o país.
Cerca de 72% dos egressos no programa são mulheres, enquanto 28% é homem. Quase 50 mil alunos têm entre 30 a 39 anos. Em relação a escolaridade, quase 100 mil alunos possuem o Ensino Médio completo.
O estado do Rio Grande do Sul é o que possui o maior número de matrículas, mais de 20 mil, e a capital Porto Alegre lidera o número de formados, quase cinco mil. Os cursos mais procurados são: Inglês e Espanhol, Organizador de Eventos, Recepcionista em Meios de Hospedagem e Recepcionista de Eventos.
Qualificação na Copa
A primeira fase do programa, que começou em 2012, foi desenvolvida com foco na Copa do Mundo. O Pronatec Copa, como foi chamado, disponiblizou 54 cursos em 120 cidades do país. Com a Portaria 112/2013, o programa contou com a parceria das secretarias estaduais e municipais de Turismo e INFRAERO, e se dividiu em três linhas de ação: Pronatec Copa, Pronatec Copa na Empresa e Pronatec Copa Social. Até maio de 2014, mês que antecedeu o início da Copa do Mundo, foram 166 mil matriculados e 80 mil concluintes.
Parcerias
No âmbito social, o ministério firmou uma parceria com o Conselho Nacional do SESI para atender jovens vítimas de violência. Por meio do Pronatec Turismo Social, 30 cursos são oferecidos aos egressos do Programa ViraVida, do SESI, e seus familiares. O objetivo é inseri-los no mercado de trabalho do setor de turismo. Para saber mais acesse: http://pronatec.turismo.gov.br/