Feiras no Brasil geram impacto econômico de R$ 16,3 bi

[Panrotas, 08/12/2014]
Promovida pela ABEOC, a Eventos Brasil tem seu segundo e último dia hoje, em São Paulo. Há pouco terminou uma palestra com o presidente da Ubrafe, Armando Pereira, a presidente da ABEOC, Ana Cláudia Bittencourt, e o diretor técnico da ABNT, Eugênio Tolstoy.
Entre os temas abordados, foi mostrada pesquisa feita pela Ubrafe sobre o número de feiras realizadas no Brasil, por Estado, este ano. No total foram 2,2 mil, sendo 1,07 mil no Sudeste, 675 no Sul, 232 no Nordeste, 153 no Cetro-Oeste e 87 no Norte. Geraram impacto econômico de R$ 16,3 bilhões e reuniram cerca de 818 milhões de visitantes.
Ana Bittencourt falou sobre a importância da normatização do setor para que haja um referencial a ser seguido pelos organizadores de eventos e, assim, maior profissionalização. Segundo ela, a ABEOC solicitou algumas alterações na Lei Geral do Turismo, como a inserção da palavra “eventos” na legislação, para se tornar mais específica.
Já o diretor técnico da ABNT, Eugênio Tolstoy, falou sobre a parceria entre a ABNT e o Sebrae para realizar projetos de prospecção de medidas de normalização para a organização de eventos. Como resultado desta parceria, foi feita a Comissão de Estudo Especial de Gestão de Eventos,com o objetivo de normalizar o campo de gestão de eventos, compreendendo questões sustentáveis e organizacionais.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *