ABEOC Brasil lança publicações sobre boas práticas de gestão, ética e autorregulamentação do mercado

Durante o 26º Congresso Brasileiro de Empresas e Profissionais de Eventos – Eventos Brasil 2014, a ABEOC Brasil lançou três publicações:  Código de Ética para Organização de Eventos, Guia de Melhores Práticas de Gestão das Empresas de Eventos e Código Brasileiro de Autorregulamentação da Organização de Eventos. Os três guias estão disponíveis para download de forma gratuita – clique aqui para baixar.


O objetivo da ABEOC Brasil é que as publicações funcionem como guia prático para os profissionais. “Por lidarmos com todos os setores produtivos da economia nacional, o setor de eventos precisa adotar a postura da profissionalização, da formalidade, da capacitação e qualificação dos serviços prestados, para que o Brasil avance no mercado interno e se consolide no cenário internacional como destino de eventos”, explica Anita Pires, presidente da ABEOC Brasil. “Entendemos que o setor somente crescerá de forma contínua e organizada com a construção de normas, regulamentos e a com a atuação ética das empresas de eventos”, completa sobre a importância da publicação.
Segundo Anita Pires, as três publicações são contribuições muito importantes da ABEOC Brasil para o setor de eventos. “Estas ferramentas que estamos oferecendo ao mercado ampliam o acesso das empresas a informações de qualidade e isso deve trazer ganhos significativos para toda a cadeia produtiva do turismo de negócios e eventos”, analisa.

Guia de Melhores Práticas de Gestão das Empresas de Eventos

Fruto do Programa de Qualidade ABEOC BRASIL e SEBRAE – Qualificação em Gestão e Certificação de Micro e Pequenas Empresas de Eventos, o manual é o resultado das dinâmicas realizadas nos 12 Estados onde aconteceram o Programa. Foram 96 horas de oficinas em cada estado, onde as empresas trocaram impressões e informações, caminhando para proposições de melhoria na gestão das empresas de eventos.
Dividido em seis capítulos, o guia traz dicas de planejamento, atendimento ao cliente e gestão de pessoas, dentre outras. “Este é mais um dos pontos positivos alcançados pelo Programa que impactarão diretamente na gestão das empresas e na profissionalização do setor”, afirma Anita.

Código de Ética para Organização de Eventos

Traz informações sobre a Associação, sua função e informações de como ser um associado e os benefícios. Em 13 páginas e 42 artigos, o leitor tem informações importantes sobre cada função da diretoria da associação e de como deve ser a relação com a comunidade, fornecedores e governo.

Código Brasileiro de Autorregulamentação da Organização de Eventos

Com base na Lei Geral do Turismo, o Código assume o protagonismo da mudança de posicionamento que o setor sempre esperou partir das esferas públicas. “O que propomos aqui é a organização do setor de eventos, pelo setor de eventos, partindo deste primeiro trabalho que apresentamos”, explica Anita. “O passo seguinte é reunir os representantes de toda cadeia produtiva, para gerarmos modelos de documentos e de procedimentos, dando assim subsídios para ampliar o fortalecimento e a profissionalização do setor”, informa.
A publicação tem como autores Antonia Marisa Canton e Roosevelt Haman, com apoio técnico de Andrea Nakane, Vanessa Martin e revisão técnica de Alexandre Garrido e Ariane Angioletti.
(Notícia atualizada em 10/12/2014)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *