Embratur participa do II Fórum internacional Marca País no Chile

[Embratur, 18/11/2014]
O debate sobre a Marca País está cada vez mais presente nas discussões quando se pensa na identidade corporativa de uma nação, associada à percepção da imagem que ela nos remete, à reputação e ao desenvolvimento. Como uma oportunidade de troca e disseminação de conhecimentos, tendo como base o marketing para a diplomacia pública, acontece nos dias 20 e 21 de novembro, em Santiago, no Chile, o II Foro Internacional Marca País.
O assessor da presidência da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo Embratur), Walter Ferreira, participa do evento no dia 20, no painel Cultura e Identidade como promotoras da Marca País, ao lado de representantes do Uruguai e do Equador.
Com o tema Fator Brasil e eventos de grande visibilidade, Walter falará sobre o processo de criação e divulgação da Marca Brasil, a partir de pesquisa realizada com turistas atuais, potenciais turistas, operadoras e trade turístico. “É importante destacar para os participantes como está se desenvolvendo a atuação da Marca Brasil na promoção do País no exterior”, explica.
O primeiro Fórum foi realizado no Uruguai, em junho de 2013 e foi organizado pelo Ministério do Turismo e Desporto daquele país, Uruguai XXI, com apoio do BID e colaboração da Organização Mundial do Turismo (OMT). O segundo Fórum, agora no Chile, é organizado pela Fundación Imagen de Chile, instituição autônoma criada em 2009, com o objetivo de coordenar os esforços para promover e fortalecer a imagem competitiva do Chile no exterior.
Participam do II Foro Internacional Marca País, escritórios nacionais da Marca País na América Latina; organismos públicos e privados relevantes para a promoção da Marca-País; Câmaras de Comércio, Turismo e representantes diplomáticos; universidades e centros acadêmicos ligados ao tema; além de jornalistas nacionais e estrangeiros.
Marca Brasil – Lançada junto com o Plano Aquarela – Marketing Turístico Internacional, que norteia as ações de promoção turística do País no exterior, a Marca Brasil nasceu em 2005 a partir de uma concorrência nacional vencida pelo designer Kiko Farkas. A seleção aconteceu entre cinco finalistas de 37 escritórios inscritos, numa parceria entre a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e a ADG (Associação de Designers Gráficos) que, além do suporte técnico, garantiu o envolvimento da sociedade no processo.
As cores da “marca” foram escolhidas a partir da opinião de 190 operadores turísticos de 18 mercados, 1.200 turistas que visitaram o país e 5 mil pessoas de 18 países que nunca estiveram no Brasil. Esse público indicou a sua visão do Brasil: o Brasil é um país visto com muitas cores. O verde, que reflete as florestas; o amarelo, que ilustra o sol e luminosidade; o vermelho e o laranja, relacionados às festas populares; o azul do céu e da água; e por fim, o branco, para as manifestações religiosas.
A Marca Brasil foi incorporada a todo o programa de promoção, divulgação e apoio à comercialização dos produtos, serviços e destinos turísticos brasileiros no mercado internacional e está sob a gestão da Embratur, que é responsável pela autorização do uso, a partir de normas pré-estabelecidas no manual de aplicação.
Programação:
20 de novembro
15h às 18h
PAINEL 2: CULTURA E IDENTIDADE COMO PROMOTORAS DA MARCA PAÍS
Mesa composta por:
Brasil: fator Brasil e eventos de alta visibilidade
Walter Ferreira, Assessor da Presidência, Embratur- Instituto Brasileiro de Turismo.
Uruguai: Diplomacia pública e imagem país
Larissa Perdomo, Gerente de Imagem e Comunicação, Oficina de Marca País Uruguai XXI.
Equador: Intercultural e Marca País
Pilar Neira, Subsecretaria de Serviços de Comércio, Ministério de Comércio Exterior.
Mediador: Miguel Laborde, acadêmico e escritor, membro do Diretório de Fundação Imagem de Chile. Debates e Perguntas.