Setor de eventos responde por 4,32% do PIB nacional

[Por Mundo do Marketing, 15/10/2014]
Após sediar a Copa do Mundo este ano e prestes a receber as Olimpíadas de 2016, o Brasil ganha destaque como importante ator na área de eventos, no mundo. Esse mercado cresce por volta de 14% ao ano no país. O segmento movimentou R$ 209,2 bilhões em 2013, o que representa uma participação do setor de 4,32% do PIB nacional, segundo a pesquisa Dimensionamento Econômico da Indústria de Eventos do Brasil, realizada pela Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc Brasil) em parceria com o Sebrae.
Em 2001, a renda anual da indústria era de R$ 37 bilhões. Houve, portanto, um aumento de 18 vezes desde então. No ano passado, as mais de 60 mil empresas que organizam feiras, congressos e exposições lucraram R$ 59 bilhões, enquanto em 2002 a receita delas não chegava a R$ 4 bilhões. Em 2013, o Brasil sediou 590 mil eventos, sendo 95% deles nacionais e metade realizada na região Sudeste. Ao todo, eles tiveram a participação de 202,2 milhões de pessoas, que gastaram em média R$ 161,80, somando R$ 99,3 bilhões.
O setor destaca-se também como importante empregador. Segundo dados da pesquisa, cada espaço conta com, em média, 9,5 funcionários fixos e 52,5 terceirizados. Ao todo, são gerados 89.798 empregos diretos e 431.736 terceirizados. Já as empresas organizadoras contratam em média 15,2 profissionais para seus quadros fixos e buscam 477,6 terceirizados ao longo do ano. Ao todo, elas geram 1.371.955 empregos.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *