Secretaria de Turismo do Rio lança proposta para trazer Abav Expo de volta

[Por BRASILTURIS JORNAL , 03/10/2014]
Após o fim da 42ª edição da Abav Expo Internacional de Turismo, que ocorreu na cidade de São Paulo, começa a ser discutida a ideia de trazer o evento para o Rio de Janeiro na edição de 2017. A proposta lançada pelo Secretário de Estado de Turismo do Rio de Janeiro, Cláudio Magnavita, na cerimônia de abertura do evento e durante o discurso em homenagem ao Dia Mundial do Turismo está ganhando força após a carta enviada pelo próprio Secretário ao presidente da Abav-RJ, George Irmes, solicitando que ele seja o porta voz na decisão de oficializar a proposta verbal.
Magnavita sugeriu que a expo seja realizada através de um rodízio, sendo um ano no Rio de Janeiro e outro em São Paulo e acrescentou que o Governo do Estado e a iniciativa privada não pouparão esforços para criar um cenário de apoio para a volta do evento ao Rio de Janeiro.
Em função disso, o presidente da Abav-RJ e a diretora administrativa da entidade, Cristina Fritsch, estiveram reunidos com a diretora geral do Riocentro, Milena Palumbo, e com o gerente comercial, Eduardo Rodrigues, para traçar uma estratégia que permita a volta da expo à cidade. Segundo Irmes, o Riocentro tem muito interesse em realizar o evento novamente em 2017 e a cidade só teria a ganhar.
Durante o encontro, Irmes confirmou que o trabalho será realizado através de uma parceria entre a Setur-RJ e o Conselho Nacional da Abav a fim de conseguir descontos ou benefícios que favoreçam o retorno do evento à Cidade Maravilhosa. O dirigente lembra ainda que, até 2016, a Barra da Tijuca estará equipada com mais de 12 mil novos quartos e que, com isso, a distância para o Riocentro será ainda menor.
“Até o fim de 2015, a Barra da Tijuca ganhará 38 empreendimentos hoteleiros. Desta forma, não haverá mais necessidade dos participantes da feira ficarem em hotéis na Zona Sul, o que dificultava a ida até o Riocentro”, ressaltou o presidente da Abav/RJ, acrescentando que o Riocentro possui uma infraestrutura superior ao Anhembi, uma vez que tem área maior e pavilhões climatizados.
“Não queremos criticar, mas o fato é que, desde que a feira da Abav saiu do Rio, sentimos um enfraquecimento do evento, tanto com relação ao número de expositores quanto ao de visitantes. Acredito que a volta ao Rio de Janeiro só trará benefícios”, finalizou Irmes.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *