Fórmula 1 deve gerar impacto de R$ 260 milhões com gastos de turistas em São Paulo

[Por Hôtelier News , 08/10/2014]
No próximo mês a cidade de São Paulo recebe um dos maiores eventos realizados anualmente na metrópole: o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1. Esta será a 34ª edição na capital paulista e a expectativa é que o GP 2014 supere o impacto de R$ 260 milhões movimentados na economia da cidade com o turismo, caracterizando-se como o evento anual que mais gera receita turística.
O número é uma estimativa do Observatório de Turismo e Eventos, núcleo de estudos e pesquisas da SPTuris (São Paulo Turismo), baseado na pesquisa que realiza todos os anos com o público durante a prova. Mais de 1,2 mil questionários são aplicados.
O levantamento ainda revela novas cifras sobre a presença de São Paulo no calendário da Fórmula 1 e mostra a importância do evento para a cidade. O valor mensurado da exposição da cidade, por conta do GP Brasil no ano passado, atingiu a marca de US$ 234,3 milhões (ou R$ 560 milhões) em mídia, totalizando mais de 5,6 mil matérias publicadas em 22 línguas.
Nos últimos cinco anos, ou seja, entre 2009 e 2013, o valor da exposição chega a mais de US$ 922,1 milhões (R$ 2,21 bilhões). Neste período, o estudo revela que 2,5 bilhões de pessoas receberam imagens ou informações sobre São Paulo.
Para Wilson Poit, secretário especial para Assuntos de Turismo e presidente da SPTuris, a competição é um evento extremamente importante para a cadeia turística e para a economia da cidade.
“O retorno direto com turismo gerado pela Fórmula 1 para a cidade é seis vezes maior do que o investimento que fazemos todo ano. E, além do retorno com os gastos dos turistas, é um evento que eleva o prestígio global de São Paulo e tem um impacto milionário em mídia positiva, uma promoção internacional fantástica”, comenta.