Eventos religiosos movimentam Belém e Aparecida

[Por Ministério do Turismo , 06/10/2014]
A fé e a religiosidade são alguns dos traços mais marcantes na cultura do povo brasileiro e, em todo o país, diversas romarias, procissões e festas litúrgicas reúnem milhares de fiéis em homenagens aos santos de devoção. Dados do Ministério do Turismo mostram que o turismo religioso chega a movimentar mais de 15 milhões de fiéis por ano, no Brasil. Entre as comemorações que mais atraem devotos e visitantes estão o Círio de Nazaré, em Belém (PA), e as homenagens à Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, com festividades celebrada em 12 de outubro.
O Círio de Nazaré atrai anualmente cerca de 2 milhões de visitantes à capital paraense. Considerada uma das mais tradicionais e populares festas católicas do país, é comemorada sempre no segundo domingo de outubro. A procissão faz uma homenagem a Nossa Senhora de Nazaré, mãe de Jesus. A atração principal do evento é a procissão que acontece no próximo dia 12, com saída da catedral de Belém até a Basílica de Nazaré. O percurso é de 3,6 quilômetros, realizado por uma multidão numa caminhada que pode durar horas. No período também acontecem diversas vigílias, romarias rodoviárias e pluviais: a cidade gira em torno da festa.
O custo das festividades deve ultrapassar os R$ 3,1 milhões em 2014. Segundo os organizadores do círio, desde o início do ano uma extensa programação arrecada recursos para o evento principal. A estimativa é de que sejam injetados na economia da cidade perto de R$ 1 milhão, com impactos diretos nos setores de agropecuária, indústria, comércio e serviços.
O ministro do Turismo, Vinicius Lages, diz que o Brasil tem destinos consolidados neste segmento, e o Círio de Nazaré, em Belém, assim como as peregrinações ao Santuário de Aparecida, são um exemplo da consolidação do turismo religioso no país. “Celebrações que movimentam grande fluxo turístico, doméstico e também internacional, chamam a atenção para o potencial turístico que temos a explorar”, disse ele. Aliados à curiosidade cultural, à visita a igrejas históricas e locais religiosos, além das belas paisagens, os circuitos religiosos vem se destacando no Brasil. O país já aparece entre os expoentes mundiais do segmento, ao lado de países como Espanha e França.
Embora Belém seja o principal destino dos romeiros, o estado inteiro do Pará celebra a data, inclusive nas pequenas comunidades ribeirinhas. E como em todas as festividades a gastronomia é item fundamental, as comidas típicas da região são mais uma atração aos visitantes. Pratos como a maniçoba, o pato no tucupi, e cardápios com peixes como o pirarucu, o tambaqui e o tucunaré fazem sucesso.
O evento religioso impacta o turismo e a economia do estado, impulsionando o desenvolvimento da região. Associações, grupos de moradores e pequenos comerciantes da comunidade local vivem da venda de artesanato, lembranças, camisetas, souvenires, flores e velas relacionadas às datas e eventos religiosos.
Padroeira do Brasil
Nesta semana também iniciam as novenas e ações de devoção à Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. As festividades que antecedem o dia 12 de outubro têm calendário especial no santuário de Aparecida, no interior de São Paulo, que aguarda cerca de 160 mil fiéis no fim de semana. Neste ano, a festa é especial: comemora-se os 300 anos do encontro da imagem da santa. De acordo com os administradores, somente o Santuário de Aparecida recebe 12 milhões de visitantes por ano.
No dia 11 de outubro, véspera da Festa da Padroeira, acontece a Procissão Luminosa, uma simbólica peregrinação feita à luz de velas. Os romeiros fazem o trajeto entre o Santuário Nacional e o Porto do Itaguassú, relembrando o dia em que a imagem foi encontrada. No dia 12 de outubro, duas procissões marcam e encerram a programação.