Novos produtos e negócios para um novo momento do setor

[Por Ministério do Turismo, 29/09/2014]
O ministro do Turismo, Vinicius Lages, participou, nesta segunda-feira (29), da abertura do 27º Congresso Internacional de Gastronomia, Hospitalidade e Turismo (CIHAT), em São Paulo. O público é formado por empresários, profissionais e estudantes de turismo, que debatem os desafios do setor e novas fórmulas de inovação no mercado pós-Copa. O tema da edição 2014 do encontro é “Excelência das Redes Hoteleiras e Gastronômicas: uma análise das parcerias”.  O evento, que se estende até quarta-feira (1º), é realizado em conjunto pela Confederação Nacional do Turismo e a Associação Brasileira das Empresas de Gastronomia, Hospedagem e Turismo.
De acordo com Lages, eventos como este são fundamentais para a profissionalização do setor. “Todo crescimento é fruto de inovação. Essa agenda tem feito parte do turismo brasileiro, no sentido de atrair novos talentos e enriquecer o pensamento estratégico deste mercado no Brasil”, garantiu. O ministrou falou do crescimento do turismo de negócios e registrou a alta de investimentos no setor – a oferta de crédito, por exemplo, passou de R$ 1 bilhão para R$ 14 bilhões nos últimos dez anos.
O presidente do CNTur, Nelson de Abreu Pinto, destacou o reconhecimento e credibilidade conquistados pelo Brasil ao sediar uma Copa do Mundo. “Prova disso são as pesquisas que registram intenção de retorno dos estrangeiros ao nosso país. Além disso, a ascensão de milhares de brasileiros à classe média foi fundamental para o fortalecimento do turismo nos últimos anos”, afirmou.
PROGRAMAÇÃO
Simultaneamente, durante a programação do Congresso, são realizadas atividades como a Feira de Produtos, Serviços de Sustentabilidade. Neste espaço, o foco está em práticas sustentáveis adotadas em roteiros turísticos pelo Brasil. Um Festival Gastronômico, com palestras de renomados chefes da cozinha regional brasileira, shows de massa e coquetéis é outro destaque do evento.
O 27º Congresso Internacional de Gastronomia, Hospitalidade e Turismo atrai, especialmente, expositores do ramo de alimentos e bebidas (31,8%), de equipamentos e produtos turísticos (22%), autônomos (16,4%), operadores e agências de turismo e entidades civis. Acesse aqui a programação completa do Congresso.