Ilha dos Frades ganha novo espaço de eventos

[Por Bahia Notícias, 15/09/2014]
Instalado na Fazenda Loreto, ao norte da Ilha dos Frades na Baía de Todos os Santos, o Cerimonial Loreto será inaugurado em novembro e abrirá as portas para até 1200 pessoas em celebrações e eventos exclusivos, com estrutura completa. O espaço está situado no entorno da Capela de Nossa Senhora do Loreto, construída no Século XVII, e recentemente restaurada, pela fundação Baía Viva, que desenvolve diversas atividades na ilha, desde preservação ambiental a capacitação profissional e estímulo às manifestações culturais da comunidade. A organização, manutenção e exploração do espaço fica por conta do gastrônomo Ed Buacoski e da designer Joana Pinho, proprietários da empresa de consultoria Raiz Cultural. Os empresários concederam entrevista ao Bahia Notícias para explicar como vai funcionar o local, que contempla integração com a comunidade e desenvolvimento turístico com sustentabilidade.
Bahia Notícias: Qual é a proposta deste empreendimento e qual o diferencial?

Ed Buacoski e Joana Pinho: O espaço é o único do tipo na região e nossa proposta é ter eventos de luxo. Contamos com um espaço para 1200 pessoas, com capacidade de receber 24 hospedes durante os eventos. A gente tem toda estrutura para casamento, convenções, eventos corporativos e sociais em geral. Garanto que não existe um cerimonial com a estrutura como essa. Nossa cozinha industrial, por exemplo, conta com chapa, câmara frigorifica, lavadora, fabrica de gelo. Não existe nada parecido numa cozinha de cerimonial em Salvador e Baía de Todos-os-Santos. Além disso, todos os funcionários envolvidos são pessoas da comunidade, que desde março recebem capacitação profissional com a nossa empresa, através da fundação Baía Viva, que age em toda Ilha dos Frades e Bom Jesus dos Passos, desenvolvendo atividades para os nativos e serviços para a infra-estrutura, como pavimentação e esgoto, além de capacitação, estímulo às manifestações culturais e turismo sustentável. Parte da renda do Cerimonial, de 70% a 80%, será revertida para que a fundação continue atuando.
Capela de Nossa Senhora do Loreto, construída no Século XVII, está próxima ao Cerimonial e pode ser usada para celebrações
BN: Como é a estrutura do empreendimento?
EJ: As instalações são compostas por um espaço de eventos e o Casarão Principal. A parte de eventos, onde funciona o cerimonial, tem um pergolado coberto, sanitários, suítes vip, cozinha industrial com toda estrutura, que citamos anteriormente, além de jardins com ventiladores com sistema de vapor, além deuma pista de dança. Já o casarão, conta com a área de hospedagem para convidados no próprio local. Essa parte é dividida em Recanto das Águas – com seis apartamentos e Recanto das Flores – com três unidades. Ambos possuem estrutura completa, com ar condicionado e cozinha equipada. Ainda no casarão existe o ateliê, onde desenvolvemos as atividades de capacitação, e também o Centro de Memória da Ilha, que será aberto depois da inauguração do espaço e é uma espécie de museu, que conta a história da ilha, remontando a cultura gastronômica, as artes e a religiosidade das comunidades. Pretendemos abrir a visitação para escolas da região e depois ir expandindo, até chegar ao público de Salvador.
Suíte vip do Cerimonial Loreto
BN: Quando e como será a inauguração do local?
EJ: A previsão é de que a inauguração ocorra em novembro, para jornalistas e convidados especiais, com o Mercadilho do Loreto. Vamos chamar a comunidade pra participar do evento, mostrando a cultura, tanto gastronômica, como artística. Existem manifestações culturais muito fortes, como terno de reis e caboclo, além de comidas locais diferenciadas, como a moqueca de carne do sol com fruta pão. A gente quer mostrar essas coisas para as pessoas que forem conhecer o cerimonial. Vamos mostrar também o desenvolvimento do turismo que a gente está fazendo, através de passeios ecológicos, trilhas por dentro da ilha, tudo isso sem ter um impacto ecológico.
BN: É possível perceber a preocupação de vocês com a preservação, tanto ecológica, quanto cultural, através da inclusão da comunidade nos projetos. De que forma vocês fazem isso?
EJ: Além da capacitação profissional para todos os funcionários que serão admitidos nos eventos, como camareiras, cozinheiras, recepção e serviços gerais, a gente está trabalhando junto com uma empresa, a Praia Mar, buscando a Bandeira Azul, um selo de qualidade internacional, que no Brasil só existem dois. Será o primeiro do nordeste. Para isso vamos implantar na Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe, o monitoramento da qualidade da água, da areia e infra-estrutura, além de desenvolver trabalhos de consciência ecológica na comunidade.
Pessoas da comunidade recebem cursos de capacitação profissional
BN: Vocês tem estrutura para eventos e acomodações para os convidados, mas como eles podem chegar até o local?
EJ: O transporte pode ser por via marítima, por meio de catamarãs que saem da Baía Marina e chegam ao nosso píer. Estamos em parceria com Manuel Leite, que fabrica estas embarcações e que ganhou a concessão para explorar o transporte entre Madre de Deus – Salvador e Itaparica – Salvador. Ele vai destinar um dos quatro catamarãs para o transporte até o nosso espaço, inicialmente. Nós possuímos também um heliporto, que estará operando a partir de janeiro de 2015. Existe também a opção por via terrestre,com um ônibus de luxo que deve levar os convidados de Madre de Deus ao Porto do Mirim e dali, em barco, eles chegam ao cerimonial.
BN: E para contratar os serviços do Cerimonial Loreto, o que os interessados devem fazer?
EJ: Podem entrar em contato conosco através dos nossos telefones, (71) 9277-0304 e (71) 9277-9922 ou pelo e-mail contato@cerimonialloreto e fazer o orçamento. Mas em breve lançaremos o site e a partir dali será mais fácil essa interação.