Belo Horizonte quer se consolidar como destino de eventos

[Por Mercado e Eventos, 27/08/2014]
Com o objetivo de apresentar Belo Horizonte como um destino turístico de eventos, a Belotur, o Belo Horizonte CVB e a ABIH-MG estão promovendo o destino para algumas cidades brasileiras. Os representantes apresentaram na manhã desta quarta-feira (27), em São Paulo, ações de consolidação de BH, sua rede hoteleira ampliada, seus novos atrativos turísticos, espaços para eventos, entre outras novidades. Depois o evento ainda segue para o Rio de Janeiro, em setembro; e Brasília, em outubro.
Segundo Antônio Claret Nametala, presidente do CVB, a cidade passou por muitas transformações com foco na fomentação do turismo de lazer e corporativo e agora promove ações para apresentar essas novidades. “Durante a Copa tivemos muito sucesso e trabalhamos para que tenhamos bons resultados com as Olimpíadas, já que seremos sede dos jogos de futebol e receberemos a delegação do Reino Unido”, disse.
Na apresentação do destino, as autoridades de BH mostraram toda a infraestrutura da cidade e de seu entorno para receber eventos. De acordo com Mauro Werkema, presidente da Belotur, 86% do PIB da cidade são provenientes do setor de serviços. “Temos uma forte ênfase na economia criativa e isso beneficia o Turismo. O segmento turístico cresceu nos últimos anos e nossa vocação para os eventos é em especial a esse foco na economia criativa. É com essa estratégia que trabalhamos”, explicou.
Nos últimos dez anos, o CVB ajudou a captar 450 eventos para a cidade, com mais de dois milhões de participantes. A Belotur em parceria com o CVB mantém o programa de turismo de negócios e eventos, com políticas de incentivo de financiamento à captação e promoção de eventos captados. O destino também promove ações específicas pra identificação de gargalos do setor, dialoga com a OMT e interage com o tarde, trabalha o fortalecimento das entidades e a implantação e incentivo da comercialização de roteiros turísticos. Todas essas ações com foco no aumento e melhora dos eventos e na competitividade do destino BH.
Infraestrtura – Em BH há 32 mil leitos – aumento de 35%, 148 espaços para eventos contando um Centro de Convenções, três pavilhões, 66 auditórios, 47 espaços dentro de hotéis, 31 espaços alternativos como o Mineirão, o Minas Tênis Clube, o Teatro Bradesco e o Circuito Praça da Liberdade. O aeroporto Internacional de BH agora privatizado recebe mais de 10 milhões de passageiros e em três anos a expectativa é de 20 milhões.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *