Superando previsão inicial, Copa do Mundo injeta R$ 1 bilhão na economia de São Paulo

[Por Hôtelier News, 14/07/2014]
A Copa do Mundo levou à cidade de São Paulo cerca de 500 mil turistas entre os dias 12 de junho e 10 de julho, os quais foram responsáveis por movimentar cerca de R$ 1 bilhão em gastos no destino. Os dados pertencem a um levantamento realizado pela Prefeitura da capital paulista e apontam um cenário mais favorável do que a primeira estimativa da SPTuris (São Paulo Turismo), que era de R$ 700 milhões. Conforme a pesquisa, o número de estrangeiros superou as expectativas de 70 mil, com um total de 200 mil visitantes de outros países.
Números divulgados ao longo do campeonato apontaram que o gasto do turista brasileiro na cidade chegou a uma média de R$ 2,2 mil; e o dos estrangeiros, R$ 4,8 mil somente na primeira etapa da disputa, encerrada em 26 de junho. Além disso, até a metade da Copa, a capital paulista já havia registrado 102 mil diárias comercializadas, com uma ocupação média de 72%.
De acordo com Wilson Poit, secretário municipal para Assuntos de Turismo e presidente da SPTuris, embora o custo destinado a realização do campeonato seja semelhante ao de eventos de grande porte, a Copa do Mundo traz um retorno 15 vezes superior.  O secretário destacou ainda que o fluxo de turistas deve ser incrementado nos próximos anos, em função da visibilidade que a cidade ganhou, na proporção de 20% por ano.
O prefeito Fernando Haddad afirmou que os custos operacionais disponibilizados para o mundial estão estimados entre R$ 30 milhões e R$ 40 milhões, valor que, segundo o prefeito, não excede o gasto comum com eventos como Carnaval e Fórmula 1.
A avaliação geral é de que os planos operacionais, sobretudo o de mobilidade, a adesão dos moradores, os investimentos na zona leste e o aumento do turismo foram os resultados positivos da realização do mundial em São Paulo. “Mais de 80% dos torcedores foram ao estádio de transporte coletivo, de metrô ou de trem”, afirmou Raquel Verdenacci, do Comitê Paulista. No total, foram mais de 345 mil passageiros em seis dias de jogos, uma média de 57 mil torcedores em dia de jogo.