​Fortalecimento do turismo é um dos legados da Copa, diz Setur-BA

[Por Mercado e Eventos, 09/07/2014]
Encerrada a fase de grupos da Copa do Mundo, a ocupação hoteleira nas cidades-sede dos jogos foi de cerca de 90% nos dias de jogos e na véspera deles. Os dados são do Fórum de Operadores Hoteleiros (FOHB).
No período entre 11 e 18 de junho, que correspondeu aos primeiros jogos da fase de grupos da Copa do Mundo, a média geral de ocupação hoteleira, nas 12 cidades-sede, segundo a FOHB, foi de 80%, com os maiores índices, ficando no Rio de Janeiro (92%) e Salvador (90%).
Na primeira etapa do campeonato, os jogos realizados na Fonte Nova trouxeram à capital baiana as torcidas da Espanha, Holanda, Alemanha e Portugal. Na sequência, vieram Suíça, França, Bósnia e Irã. Na primeira semana de julho, Salvador registrou a forte presença de visitantes dos Estados Unidos, Bélgica, Costa Rica e o retorno da Holanda.
Além da grande movimentação nos hotéis, cerca de 70 mil turistas estrangeiros frequentaram bares, restaurantes, lojas e prestadores de serviço, fortalecendo os negócios e a economia da capital baiana. Nesse período, com a realização da festa de São João, o total de visitantes chegou a 700 mil na Bahia.
O secretário do Turismo da Bahia, Pedro Galvão, afirma que a chamada ‘invasão’ estrangeira foi muito bem-vinda: “Os jogos na Arena Fonte Nova trouxeram brasileiros e turistas de diversas nacionalidades, que incrementaram a economia local e ofereceram a perspectiva de crescimento futuro desse setor”, disse.
O Governo da Bahia investiu na qualificação da mão de obra, um dos maiores legados pós-copa para o turismo da Bahia. “A Bahia conseguiu aliar a sua conhecida hospitalidade ao profissionalismo exigido pelos turistas, que vieram de todos os continentes”, assinalou o secretário. “O resultado foi positivamente identificado em relatos sobre a satisfação e a alegria dos turistas que nos visitaram nesse período”.
Para o conforto do turista, a Setur colocou em pontos estratégicos 180 guias e monitores que prestaram atendimento, com precisão, a 56 mil turistas estrangeiros e brasileiros, sendo que a maioria atendida foi de visitantes vindos dos Estados Unidos, Alemanha, França, dentre outros países. Entre os brasileiros, os registros apontam a predominância do turista vindo de São Paulo e Minas Gerais.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *