São Paulo espera crescimento de 20% em turistas no pós Copa

[Por Mercado e Eventos, 11/06/2014]
A estimativa de incremento no número de visitantes nos anos seguintes à Copa é de 20% em São Paulo.Segundo o Ministério do Turismo, a cidade  deve receber 390,7 mil turistas. Serão 63.362 turistas estrangeiros e 327.375 turistas nacionais, que movimentarão R$ 706,5 milhões na cidade. A previsão de gasto médio do turista que estiver em São Paulo durante o período da Copa é de R$ R$ 1808,29, sendo que cada turista poderá assistir até quatro jogos em diferentes cidades e deixará aproximadamente este mesmo valor em cada uma delas. Ao final, a projeção é que eles gastem R$ 5.500,00 durante sua estada no país, já descontadas as despesas com passagens aéreas e valores gastos no país de origem. O número desses visitantes foi calculado com base nas vendas de ingressos até a primeira semana de abril.
São Paulo deve receber mais de 15 milhões de turistas no ano de 2014, segundo estimativa do Observatório do Turismo da SPTuris, já contando com o impacto da Copa. Em 2013, a cidade recebeu cerca de 13,2 milhões de visitantes. Das 15 seleções que estão hospedadas no Estado de São Paulo, 5 estão entre os 10 principais emissores de turistas estrangeiros para nossa capital, incluindo os Estados Unidos, que são o principal emissor e irão se basear na própria metrópole. O parque hoteleiro da cidade de São Paulo é o maior do país. Ao todo são 410 hotéis e 42 mil quartos, sendo que, para abertura da Copa do Mundo, os hotéis estão quase cheios (80% de ocupação). Segundo o Ministério do Esporte há casos de turistas que irão assistir aos jogos em cidades como Curitiba e Cuiabá, mas se hospedarão em São Paulo pela facilidade de acesso aéreo e também pela grande oferta de lazer e cultura.
Entre os principais compradores de ingressos internacionais, os ingleses, uruguaios e norte-americanos lideram a lista. Os três fazem parte dos principais destinos emissores de turistas para São Paulo. Entre os visitantes nacionais, cariocas, paranaenses e mineiros são os maiores compradores de bilhetes para as partidas em São Paulo.Para a abertura da Copa, Brasil x Croácia, amanhã pelo menos 22% dos ingressos foram vendidos a estrangeiros, sendo os principais compradores os croatas (9,9%), alemães (2,9%), ingleses (1,9%) e norte-americanos (1,7%). Com exceção da Croácia (voo com uma escala via Frankfurt é uma das opções com maior quantidade de oferta), São Paulo é ligada por voos diretos com os aeroportos dos principais compradores de ingressos, com frequências diárias.
Segundo estudo realizado pela empresa espanhola Foward Data, junto com a Pires & Associados no Brasil, que analisou as reservas aéreas para o Brasil durante a Copa do Mundo Fifa 2014, São Paulo tem participação de 1/3 do total de reservas feitas para o período, considerando todos os emissores, para todas as cidades-sede. Isso reforça a condição da capital paulista de principal hub aeroportuário da América do Sul. O mesmo estudo indica que o pico das chegadas (quase 20 mil reservas) é no dia da abertura da Copa e do jogo Brasil X Croácia, em São Paulo, com 7,7 vezes mais reservas que o mesmo período em 2013 (pouco mais de 2.800 reservas). De acordo com levantamento do Observatório do Turismo da SPTuris com dados da ANAC, em total de bilhetes aéreos vendidos no período da Copa, o aeroporto com maior número é Guarulhos (SP), com 571 mil bilhetes vendidos. A oferta de assentos durante a Copa ali será de 2,3 milhões;
No total, são 1.033 voos internacionais diretos semanais no Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos), operados por 49 companhias aéreas. As principais ofertas de voos ligam São Paulo a Buenos Aires (181 voos semanais), Miami (98 voos semanais), Santiago (80), Nova Iorque (59) e Montevidéu (44). As companhias líderes em voos internacionais são Tam, com 37,27% das frequências, Lan (10,8%), GoL (9,8%), American Airlines (7,4%) e United Airlines (4%).Para a Copa do Mundo: dos 2 mil novos voos que estavam em análise pela Agência Nacional de Aviação (ANAC), 941 eram para São Paulo. Os trechos Brasília-Guarulhos (SP), Fortaleza-Guarulhos, Santos Dumont-Viracopos (Campinas), Natal-Guarulhos e Recife-Guarulhos estão entre as rotas mais pedidas pelas empresas aéreas para o período do mundial.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *