FBHA defende discussão sobre contratação de curtíssima duração na OIT

[Por Hôtelier News, 24/06/2014]
A contratação de mão de obra para as áreas de alimentação e hotelaria são tema recorrente de discussão dentro do setor. A FBHA (Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação) é uma das entidades representativas que defende este debate – buscando estimular, inclusive, que o tema seja levado à OIT (Organização Internacional do Trabalho).
A FBHA pretende estimular a CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), a CNI (Confederação Nacional da Indústria) e a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) a desenvolverem um estudo sobre contratação de curtíssima duração para apresentar à OIT. O objetivo é que o assunto faça parte da agenda da Reunião da Conferência Internacional do trabalho em 2015 ou 2016.
“A contratação de curtíssima duração é uma realidade em todo o mundo, e em muitos setores da economia, como no turismo. Por isso precisa ser levada à discussão na OIT. A regulamentação será positiva para empregados e empregadores, e inclusive vai ajudar a reduzir a informalidade. É oportuno que esse assunto entre na pauta internacional”, explica Alexandre Sampaio, presidente da entidade.
Um dos temas discutidos na conferência deste ano, encerrada no último dia 12 de junho em Genebra (Suíça), foi a informalidade. A OIT destacou que a formalização da informalidade precisa ser levada adiante e que é um fenômeno causado por múltiplos fatores inter-relacionados.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *