Copa faz gastos de estrangeiros crescerem 24% em junho

[Por Panrotas, 24/06/2014]
Dados preliminares do Banco Central – que divulgou hoje os gastos de brasileiros no Exterior e estrangeiros no Brasil entre janeiro e maio –, apontam que os turistas estrangeiros já deixaram no Brasil US$ 365 milhões neste mês, considerando-se até a última quarta-feira, dia 18. Segundo o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, se considerado esse resultado preliminar, a expectativa é de que os gastos dos visitantes internacionais neste mês cresçam 24%, na comparação com o mesmo período do ano passado.
O chefe do Departamento Econômico do BC disse ainda que a “exposição dos atrativos do Brasil durante a Copa do Mundo deve influenciar positivamente as receitas de turismo”. De acordo com ele, o maior efeito da Copa deve ser observado em julho, no entanto, porque a maioria das despesas é feita no cartão de crédito (com pagamento posterior pelo turista).
Também é possível avaliar efeitos do evento esportivo no País na conta de transporte, que registra despesas e receitas principalmente com fretes e também com passagens áreas. Há aumento das receitas quando o estrangeiro compra passagens aéreas de empresas brasileiras. De janeiro a maio, as receitas com transportes chegaram a US$ 2,409 bilhões, contra US$ 2,194 bilhões em igual período do ano passado. Como a compra das passagens é feita antecipadamente, já houve influência da Copa mesmo antes do início dos jogos, explicou Maciel.