90% das aéreas investirão contra interrupções, diz Sita

[Por Panrotas, 18/06/2014]
As companhias aéreas têm investido cada vez mais em tecnologias inteligentes para administrar melhor as interrupções de voos. A informação é da pesquisa 2014 Airline IT Trends Survey, desenvolvida pela empresa de soluções de TI para transporte aéreo Sita. Segundo o estudo, até 2017, 90% das companhias aéreas planejam usar soluções de inteligência de negócio para administrar as interrupções de forma eficaz e 87% pretendem utilizar tecnologias de auto-atendimento para aprimorar os serviços oferecidos para os passageiros durante os períodos de interrupção.
“Os resultados da pesquisa mostram que três quartos das companhias aéreas estão aumentando os investimentos em novas iniciativas tecnológicas para gerir seus negócios”, afirmou o CEO da Sita, Francesco Violante. O levantamento examinou as quatro principais áreas em gestão de interrupções: comunicações, recuperação de passageiros ou remarcações, sensibilização de funcionários e prevenção.
O foco inicial das companhias, segundo o estudo, é em comunicação em tempo real para os passageiros e entre o público estratégico. Informar sobre as interrupções em tempo real via telefonia móvel é oferecido, hoje, por pouco mais da metade das companhias aéreas pesquisadas e 92% planejam fazê-lo até 2017. Além disso, mais de um terço das empresas aéreas atualmente usam as mídias sociais para manter os passageiros informados e 80% planejam fazê-lo até 2017.
O auto-atendimento para o reagendamento da passagem também teve destaque na pesquisa. Atualmente, apenas 14% das empresas permitem que os passageiros usem quiosques para administrar as mudanças de voos, mas essa porcentagem deve aumentar para 63% até 2017. Por enquanto, 73% também planejam oferecer esse serviço nos celulares, um aumento de 11% em relação aos dias atuais.
Na área de prevenção, 90% das aéreas pretendem ter iniciativas de inteligência de negócio até 2017, com 51% tendo os sistemas integrados para prever potenciais interrupções e impacto antes mesmo de acontecer. A pesquisa informa também que 75% das companhias aéreas esperam aumentar os gastos em novas iniciativas de TI ainda este ano.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *