Dia do Profissional de Eventos

Por Alexis Thuller Pagliarini*
No dia 30 de abril – semana passada – comemorou-se o Dia do Profissional de Eventos. O dia 30 de abril foi escolhido por ser a data de aniversário do precursor e responsável pela iniciativa de realização dos grandes eventos no Brasil, Caio de Alcântara Machado. Por intermédio da Deputada Célia Leão e com o apoio das entidades que compõem o Fórum do Setor de Eventos (ForEventos), a Academia Brasileira de Eventos e Turismo encaminhou projeto de lei, à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, que instituiu a data em 2012 “para homenagear os profissionais que dedicam sua vida ao setor de eventos no Estado de São Paulo, trabalho que preza a identidade do Estado como gerador de negócios, criando e desenvolvendo a qualidade da produção como polo gerador de eventos e dos profissionais paulistas do segmento, fazendo com que a realização de eventos atraia ao Estado participantes e visitantes dos demais estados brasileiros e do mundo.”
O Dia do Profissional de Eventos também é celebrado extraoficialmente em outros Estados do país como uma forma de valorizar esse profissional. Nada mais justo! Eu venho atuando nesse segmento há anos (por vezes nas empresas contratantes, por outras em agências organizadoras e, agora, no WTC, um dos maiores espaços para eventos do Brasil) e posso atestar a importância do profissionalismo nessa atividade. A indústria de eventos já representa mais de 3% do PIB nacional, com movimentação superior a R$ 50 bilhões por ano e continua crescendo em importância.
Joga a favor do setor a multiplicidade de formas e propósitos que ele cumpre. Eventos contribuem com fixação de marca, com a ativação de produtos, com o engajamento de colaboradores e consumidores, com a absorção de conhecimento, com motivação e, logicamente, com vendas. Há os eventos culturais, os esportivos, os educativos, os de comemoração, os corporativos, as feiras e as exposições, os congressos e outros diferentes tipos, cada um deles buscando objetivos distintos.
Houve um tempo em que o organizador de eventos tinha apenas um conhecimento empírico, adquirido na raça, aprendendo pouco a pouco, a cada evento. Vista de fora, a atividade às vezes passa a falsa impressão de facilidade onde basta o bom senso para colocar de pé um evento. Ledo engano. Muitos e muitos tropeços depois, o mercado já não aceita mais jeitinhos e quebra-galhos. As associações cumprem um papel fundamental no sentido de estimular o desenvolvimento profissional e lutar por boas práticas no setor.
Tenho participado ativamente de duas dessas associações: a AMPRO (Associação de Marketing Promocional), onde faço parte da diretoria há 8 anos, e a internacional MPI (Meeting Professionals International), da qual assumo este ano a presidência do capítulo Brasil para 2014/ 2015. A primeira criou um conceito inovador – Live Marketing – para dar à organização de eventos, e aos seus profissionais, um novo status. A MPI, por sua vez, tem focado bastante nas suas certificações (CMP e CMM) e na profunda discussão de tendências relacionadas a eventos. Na ForEventos, essas duas instituições se juntam a mais de 15 outras para um esforço conjunto de valorização da atividade e de seus profissionais.
De curiosos ou “paraquedistas”, os profissionais de eventos passaram a especialistas capacitados, que entregam realizações de alta qualidade no Brasil. E são muitos os envolvidos num grande evento. Só para citar algumas especializações: planejadores; criadores de conceitos; captadores de recursos; diretores de arte; redatores; profissionais de logística; desenvolvedores de sites, Apps e demais ferramentas online; promotoras e recepcionistas; profissionais de áudio-visual; cenógrafos; montadores; carpinteiros; profissionais de iluminação; palestrantes; gráficos; produtores de materiais cenográficos; assessores de imprensa; RPs; profissionais de turismo; garçons, cozinheiros e demais profissionais de alimentos e bebidas; fotógrafos… e ainda faltam muitos!
Enquanto os convidados estão curtindo uma atividade de entretenimento ou absorvendo conhecimento ou realizando encontros durante um evento, há sempre um profissional competente nos bastidores, trabalhando antes, durante e depois para que tudo dê certo. A todos eles, nossos parabéns e muito obrigado!
*Presidente da MPI  e Diretor de Marketing e Relações Corporativas do Sheraton São Paulo WTC Hotel/WTC Events Center 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *