Cidades-sede recebem reforço para atender os visitantes

[Por Ministério do Turismo, 12/03/2014]
As 12 cidades-sede da Copa intensificaram suas atividades para atender melhor o turista que viajará pelo país durante o mundial de futebol. Entre as ações com apoio do Ministério do Turismo estão novos profissionais especializados em prestar informações turísticas, além de centros de atendimento ao visitante, em unidades fixas e itinerantes.
Totens eletrônicos já estão à disposição do turista no aeroporto internacional Pinto Martins em Fortaleza, com informações em até seis idiomas. Também estarão disponíveis estruturas móveis de atendimento, em conteiners adaptados. Em São Paulo, a novidade será o atendimento móvel: ao redor da Arena Corinthians estarão circulando, durante os jogos, profissionais a bordo de cinco patinetes elétricos. O objetivo é distribuir mapas e informações aos torcedores que passarem pelo local. São Paulo também terá um telefone para atendimento ao turista: o 156, em entrará em operação a partir de abril.
Em Brasília, a expectativa é que sejam instalados mais quatro Centros de Atendimento ao Turista, os CATs, com profissionais preparados para oferecer informações sobre a cidade, distribuir mapas e sugerir roteiros turísticos, além de outras duas estruturas móveis. Hoje a cidade dispõe de três CATs em funcionamento: na Praça dos Três Poderes, no Aeroporto Internacional Juscelino Kubistchek e na Rodoviária Interestadual.
Ao investir na comunicação com o turista, o Ministério do Turismo (MTur) atende a uma das principais reivindicações dos estrangeiros que visitaram o país durante a Copa das Confederações: melhorar o atendimento em língua estrangeira. Durante o torneio, metade dos turistas estrangeiros que visitaram o país manifestaram dificuldades em se comunicar, segundo pesquisa do MTur, feita em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE). No período, foram entrevistados 1.338 turistas estrangeiros em aeroportos brasileiros.
O MTur está investindo R$ 22,3 milhões na construção e reforma de 90 Centros de Atendimento aos Turistas (CATs) em estados-sede da Copa do Mundo. Atualmente o país tem 96 deles instalados pelos principais centros receptores de turistas. A ação é uma parceria com estados e municípios, que investem mais R$ 2,3 milhões.
 
Atender bem ao turista é uma das missões do Ministério do Turismo – e algo que se tem feito com primor, como revelam duas pesquisas recentes, feitas com turistas que estiveram no país por ocasião da Copa das Confederações e da Jornada Mundial da Juventude. Em linhas gerais, o nível de satisfação com os serviços turísticos no país alcançou níveis acima de 90%, de modo que a maioria pretende voltar ao país.
Clique aqui e ouça fala do ministro do Turismo, Gastão Vieira, sobre a preparação para o atendimento a visitantes.
Onde estão alguns novos CATs:
São Paulo – Cinco patinetes e três vans, além de um novo CAT no aeroporto de Congonhas.
Brasília – Serão instalados mais quatro CATs fixos e dois móveis, um deles na Torre Digital, um no Setor Hoteleiro Sul, um no Setor Hoteleiro Norte e outro na Torre de TV.
Fortaleza – Três totens eletrônicos no aeroporto internacional para fornecer informações.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *