BDMG compõe equipe da modelagem de PPP do Expominas II

[Por Revista Hotéis,14/02/2014]
O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), ao lado da Unidade Central de Parcerias Público Privadas do Governo Estadual, está fazendo parte da equipe que preparou os estudos de modelagem de concessão à iniciativa privada do Centro Empresarial da Gameleira, o Expominas II, na capital mineira. O local é fruto de parceria estabelecida em convênio entre o Banco e o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (SEDE).
A parceria foi elaborada com o auxílio do PwC (consultor econômico-financeiro) e do escritório Albino Advogados Associados (assessor jurídico), e terá a duração de 30 anos, prevendo a construção e operação de equipamentos obrigatórios e facultativos. Inicialmente o investimento previsto gira em torno de R$ 400 milhões, sendo R$ 127,6 milhões para a execução de dois equipamentos obrigatórios, o Parque de Exposições Multiuso e o Centro de Convenções, ambos integrados ao atual Expominas.
O Parque de Exposições terá área de 34 mil metros quadrados no total, sendo que a área coberta de exposições terá ao menos 14 mil metros quadrados e comportará 600 equídeos e 800 bovinos simultaneamente. O espaço terá ainda tatersal (recinto para leilões de bovinos), pista para provas e desfile e clínica veterinária.
Já o Centro de Convenções terá 19 mil metros quadrados e estrutura modulável com capacidade para 6 mil pessoas (sendo 4 mil assentos), apto a receber congressos e feiras de grande porte. O Centro de Convenções contará também com business center, salas de apoio, imprensa e segurança, além de área administrativa.
Dentre os itens obrigatórios a serem construídos estão a área de alimentação e serviços financeiros para o atendimento mínimo de 300 pessoas, postos médico e policial, estacionamento e heliponto. Além disso, a concessionária terá de reservar 51 dias por ano para a realização de eventos tradicionais do calendário do agronegócio mineiro.