Para o Fohb, hotelaria manterá ritmo forte de contratações

[Por Mercado e Eventos, 08/01/2014]
Para suprir esta demanda da Copa e Olimpíadas, o setor de hotelaria se preocupa não só em atrair mão de obra qualificada, mas também em reter e aperfeiçoar os profissionais existentes por meio de treinamentos próprios. A formação é uma preocupação constante das redes hoteleiras, uma vez que a qualidade do serviço depende quase exclusivamente da qualidade do atendimento prestado pelos colaboradores. Por isso, quase todas mantêm cursos próprios de treinamento e qualificação em diversas áreas e temas.
Para Francisco Garcia, vice-presidente de Recursos Humanos e Responsabilidade Socioambiental do Fohb, os grandes eventos colocam o setor em evidência e estimulam os investimentos em formação, além de ser um excelente argumento para atrair jovens para a profissão. “É uma atividade que acolhe pessoas com baixa qualificação e investe em formação, ajudando no desenvolvimento profissional e pessoal”, disse. “Esperamos que o mercado aproveite esta oportunidade de atrair bons profissionais e qualificar ou requalificar seus quadros. A expectativa é de que o ritmo de contratações continue forte nos próximos anos. Estima-se que as próximas aberturas gerem cerca de 50 mil empregos diretos e indiretos”, afirma Garcia.
Em 2012, o turismo mantinha 260 milhões de empregos em todo o mundo. Para este ano, o setor deverá ter um crescimento global de 3,2%, acima da média de 2,4% estimada para a economia internacional segundo dados do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC, sigla em inglês). As 26 redes hoteleiras associadas ao Fohb, para suprir a demanda dos grandes eventos no País, captaram investimentos privados da ordem de 7 bilhões de reais para a construção de empreendimentos que serão implantados desde 2012 até 2015, representando a construção de 40 mil novos apartamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *